Marcando a retomada dos eventos e depois de ter pulado 2020 em razão da pandemia do Coronavírus, o 36º Congresso Nacional de Dirigentes Sindicais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (36º CNSE) foi marcado pela emoção do reencontro e pelo resgate dos propósitos do evento. Reunindo delegações de 212 entidades dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, o Congresso aconteceu de 29 de setembro a 1º de outubro, em Bento Gonçalves. Dos 1.055 inscritos, 750 eram congressistas, respeitando o teto máximo de ocupação somados os espaços utilizados, além de 305 acompanhantes, que aproveitaram a estada na Serra Gaúcha para conhecer os Caminhos de Pedra e o Vale dos Vinhedos. Do total de participantes, 58,65% foram homens e 41,35% mulheres, mostrando a força da mulher nos segmentos. A próxima edição está confirmada para agosto de 2022 em Belém do Pará.

O presidente do Sindilojas Regional Bento e do 36º CNSE, Daniel Amadio, avalia positivamente o evento, superando as expectativas. “Todos saíram satisfeitos com a organização do evento e com a nossa bela cidade de Bento Gonçalves. Acredito que houve um super esforço de quem trabalhou no evento, por duas razões: uma que estavam sem iniciativas desde que começou a pandemia e depois são profissionais extremamente dedicados a dar atenção aos congressistas. Além de que o cenário foi perfeito, aconchegante, prático, bonito e que pode atender o plano de segurança com tranquilidade. Enfim, o Sindilojas Regional Bento está de parabéns, pois demonstrou ao Brasil que está preparado para organizar eventos nacionais como o 36º CNSE”, destaca. “Acolhemos todos da mesma forma, com o melhor da nossa cultura italiana e gaúcha, gastronomia variada e, claro, vinhos e espumantes”.

Para o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, mesmo em um momento adverso como o que estamos passando nesses últimos meses, poder participar de um evento como este foi uma alegria imensa. O tema “Unidos para colher soluções” não poderia ter sido em uma circunstância mais oportuna, uma vez que nosso papel é gerar força a partir da união para enfrentar as dificuldades e nos preparar para os próximos desafios. Durante os três dias de evento, Bento Gonçalves foi o centro de reflexões e trocas de experiências extremamente valiosas para dirigentes sindicatos do comércio de bens, serviços e turismo de todo o Brasil. Aqui, tivemos a oportunidade de ressaltar a importância do conceito de sindicalismo. Tenho certeza de que tivemos um encontro produtivo, com muita cooperação, e que nossos sindicatos puderam pensar em novas soluções para gerar mais resultados e seguir evoluindo”.

Em ambientes simultâneos, foram 30 horas de uma verdadeira imersão em temas atuais de interesse do sindicalismo conduzidos por 20 especialistas distribuídos em três reuniões de trabalho, palestras, painel, talk show, comissões temáticas e oficina. Muita informação, novos conhecimentos, soluções compartilhadas e debates construtivos marcaram o Congresso, que vai ficar na história do evento pela particularidade do momento vivido e pelo estímulo na busca de soluções para os sindicatos. “Foi emocionante e ao mesmo tempo um grande encontro de imersão no conhecimento. Debatemos, trocamos experiências, refletimos, nos divertimos, fizemos negócios e turismo”, ressalta Amadio.

Destaque às delegações
Como já é tradição no evento, algumas delegações foram homenageadas. A Fecomércio do Pará ganhou a distinção de Delegação mais Distante. O grupo percorreu 3.236 quilômetros para estar no encontro. O presidente Sebastião de Oliveira Campos recebeu o troféu das mãos de Amadio. Já a Maior Delegação ficou com o Sindilojas de Gravataí (RS) com 103 pessoas. O prêmio foi entregue ao presidente da entidade, José Rosa, que coleciona a deferência há anos. Coube também ao Rio Grande do Sul, o destaque de Estado com o maior número de participantes. Foram 240 gaúchos no Congresso. O presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, recebeu o prêmio, que nesta edição foi uma escultura em pedra basáltica feita pelo artista de Bento Gonçalves, Mauri Menegotto.

Cases vencedores das Reuniões de Trabalho
O resultado do primeiro dia foi conhecido e reverenciado na cerimônia de encerramento com a entrega do troféu aos três cases vencedores, entre os 15 inscritos. Da Reunião de Trabalho com Executivos, coordenada pelo Diretor Executivo do Sindilojas de Blumenau, Márcio Sérgio Rodrigues, saiu vencedor o case do Sindilojas de Teófilo Otoni (MG): ‘Cartão de Crédito Sindbank – Oportunidade de fonte de renda e fortalecimento institucional do sistema sindical empresarial’, apresentado por Guilherme Soares. Na Reunião de Trabalho de Assessores Jurídicos, coordenada pelo advogado Flávio Obino Filho, houve um empate entre o Sindilojas de São Leopoldo (RS) com ‘Trabalho em feriados nos supermercados e no comércio em geral sem autorização em Convenção Coletiva de Trabalho e o precedente do TST’, apresentado por Lúcia Ladislava Witczak, e o Sindilojas de Fortaleza (CE) com ‘A discussão da validade da CCT na Justiça do Trabalho’, compartilhado por Celso Baldan. A ‘Transformação do Sindilojas de Porto Alegre – Mais que representar, inspirar para transformar o varejo’, apresentado por Marcelo Paes, foi o grande vencedor da Reunião de Trabalho de Comunicação Social, coordenada por Lisandra De Bona, do Sindilojas de Caxias do Sul.

O coquetel de encerramento também foi marcado pelo show do músico pianista Rodrigo Soltton e da Banda Sunset Riders, talentos gaúchos. Prestigiando os congressistas, Soltton percorreu todos os ambientes com seu piano sobre um palco móvel que foi conduzido por artistas caracterizados como imigrantes italianos e gaúchos que, ao final do percurso, encontraram-se com um casal de paraenses.

O 36º CNSE é uma realização do Sindilojas Regional Bento com apoio da Fecomércio-RS, da CNC e da Prefeitura de Bento Gonçalves.

Fonte: Conceito Com / Fotos: Augusto Tomasi / Divulgação

Rodrigo Soltton

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here