O Roteiro Turístico que tem como mote resgatar o passado em busca da valorização e preservação dos costumes dos imigrantes italianos, faz isso através da manutenção do patrimônio histórico material e imaterial, além de ícones e símbolos, caso da Pedra do Sol que representa o período em que as pessoas não tinham relógio e se orientavam pelas sombras.

A Lei Estadual 13.177/09, declarou patrimônio histórico do RS a área de abrangência dos Caminhos de Pedra a Linha Palmeiro e Pedro Salgado, localizadas nos municípios de Bento Gonçalves e Farroupilha, até o limite do município de Caxias do Sul, passando por Caravaggio.

A Pedra do Sol está situada num ponto estratégico da formação do Roteiro, ao lado da ponte que é caminho para pousada centenária Casa Barp e a Vinícola Fontanari para quem segue a direita. Para quem segue a esquerda, é caminho para a memorável Casa Merlin, o Parque Casa da Àrvore e a histórica Pousada Cantelli.

Por esta localização estratégica, a Pedra do Sol também é o local de montagens especiais, como o presépio para o Natal e a decoração do período de Páscoa, que acabavam ficando no escuro durante a noite, fazendo com que a comunidade de São Pedro e os visitantes perdessem um pouco da magia que estas datas representam.

A iluminação é fruto de uma parceria iniciada ainda em 2020 com a Associação Caminhos de Pedra e Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves através da Secretaria de Viação e Obras Públicas.

Ao fundo da foto, observa-se o complexo turístico da Pousada Casa Barp, construída por volta de 1878.

Fonte: Conte Comunicação e Marketing / Foto: Divulgação / Maristela Lerin

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here