Caminhar entre paredes de basalto com 85 cm de espessura, sentir o aroma das pipas centenárias que ainda exalam o perfume característico do interior de uma cantina ou, ainda, ver de perto objetos históricos, utilizados na elaboração de vinhos e espumantes. Essas e outras experiências já podem ser vividas no novo complexo enoturístico da Vinícola Peterlongo, em Garibaldi (RS). O Tour Armando Peterlongo, inaugurado no sábado, 1º de dezembro, é um misto de tradição e modernidade. 

Com o novo atrativo, o visitante pode conhecer a Peterlongo de ontem e de hoje. Este é mais dos investimentos que integra um ambicioso projeto de reposicionamento da marca que iniciou em 2015, ano de seu centenário. De lá para cá, muita coisa mudou. O trabalho feito a muitas mãos, fez renascer vinhedos, ressurgir aromas e sabores e reconquistar paladares mundo afora. Novos investimentos nos vinhedos, a estrutura da cantina ganhou em modernidade e tecnologia, os vinhos, espumantes e sucos de uva mudaram por dentro e por fora e as experiências enoturísticas, como o Wine Movie, por exemplo, recriaram um passado que fez história. “A Peterlongo é a memória viva da vitivinicultura brasileira. O Brasil precisa conhecer essa história, e nós temos obrigação de preservar e compartilhar tudo isso”, destaca o sócio diretor da empresa, Luiz Carlos Sella.

Mesmo com as mudanças, a estrutura original foi totalmente preservada. A marca que carrega a responsabilidade de ter elaborado o primeiro espumante brasileiro e a partir daí dar início à história da bebida no Brasil, vive uma nova fase, um período de redescobertas, de voltar a fazer parte dos melhores momentos na vida das pessoas. “O desafio é grande, mas o desejo de reviver essa história e surpreender todos que se relacionam com a marca é ainda maior”, celebra Sella. 

O Tour Armando Peterlongo

O passeio inicia no Museu Peterlongo, que reúne peças e memórias relevantes da marca e da família, como a banheira utilizada pela família. No local, funcionava o Almoxarifado e era onde Armando Peterlongo guardava seus objetos pessoais. De lá, os visitantes são conduzidos para os tanques de vinificação de tintos, barricas e pelo espaço de guarda, além da cave subterrânea, até chegar à nova loja para um gran finale. O piso que abrigava a antiga expedição ainda guarda as marcas do tempo. Entre as paredes de basalto vive a estrutura original da primeira câmera fria da América Latina. Ali, neste ambiente carregado de memórias, é que a centenária Peterlongo implantou sua nova loja, unindo a tradição de ter elaborado o primeiro espumante do Brasil, em 1913, com toda inovação de quem quer fazer um vinho ícone brasileiro com reconhecimento mundial. São 300 m2 de área, divididos entre salas de degustação e uma capacidade para exposição de 1.354 garrafas, exibindo rótulos de todas as linhas de espumantes, vinhos e suco de uva.

O espaço eleva a exposição dos produtos, que ganham sofisticação num ambiente que harmoniza pedra e madeira. Os móveis foram projetados entre os pilares de basalto, sem interferir na planta original. Cada detalhe foi pensado de forma a enaltecer a história da marca. As portas da antiga câmera fria, com 15 cm de espessura e suas trancas de ferro, são as mesmas, e por elas o visitante agora terá acesso a duas salas exclusivas de degustação, uma delas chamada de sala secreta. Nesta, o caráter será mais intimista, onde estará resguardado parte do acervo de premiações. Mas a experiência da degustação também poderá ser vivida de forma mais descontraída e ampla em outro ambiente do varejo. 

Ampla, a loja facilita a visitação diante de sua acessibilidade e também favorece a exposição dos vinhos e espumantes devido à luz e temperatura. O tour pode ser feito diariamente, de hora em hora. De segunda à sexta, das 9h às 17h30min. Aos finais de semana e feriados até às 17h. Recomenda-se agendamento para grupos pelo telefone (54) 3462.1355.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Fotos: Jeferson Soldi

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here