Assim como os humanos, os pets também sentem as mudanças de temperatura e podem sofrer com a chegada dos dias mais quentes. Os que mais sofrem são os cães e gatos de focinho curto ou braquicefálicos, pets com pelagem longa e os que estão acima do peso. Independentemente da raça, é muito importante prestar atenção aos sinais que o pet apresenta indicando que está sofrendo com o calor, como respiração ofegante, boca aberta, fraqueza ou qualquer comportamento atípico.

Caso o tutor identifique qualquer um desses sintomas, deve procurar por um Médico Veterinário, pois seu pet pode estar iniciando um processo de hipertermia, que pode se agravar e inclusive levar o animal a óbito. Cães e gatos não possuem glândulas sudoríparas, eles utilizam a boca para transpirar e assim controlar a temperatura corporal, desta forma não toleram temperaturas corporais muito altas – somadas ao cansaço físico em excesso que os exercícios acarretam nos dias mais quentes do verão. Também nesta época de final de ano há muita mudança na rotina dos pets devido a viagens, férias e comemorações.

Portanto, seguem algumas dicas que separamos para que você possa aproveitar essa temporada junto do seu pet.

Cuidado com a hora do passeio: escolha os horários que o sol está menos quente, antes das 10h e depois das 16h;
Nos passeios, tenha cuidado com a superfície: dê preferência para a grama, uma vez que o asfalto retém mais calor e pode ocasionar lesões de queimadura nas almofadinhas das patas dos pets;
Água à vontade: leva água durante o passeio para que o pet possa se refrescar e espalhar potes com água fresca pela casa, para que ele mantenha a hidratação adequada. Nos dias mais quentes, coloque cubos de gelo na água;
Atenção com os parasitas: mantenha em dia vermífugo, antipulgas e repelentes para mosquitos, pois nesta época são mais comuns os parasitas que são vetores para doenças graves e zoonoses de importância em saúde pública, que colocam em risco a saúde do pet e de sua família humana;
Banho e tosa: para os animais mais peludos e que sentem muito calor, vale a pena manter uma tosa mais baixa durante o verão e manter seus banhos de rotina, uma vez por semana, em média. Para banhos em casa, atente para a secagem completa do pelo para evitar dermatopatias;
Animais na praia: se o seu cão for à praia, após retornar para casa tenha o cuidado de remover toda a areia do corpo dele e secar bem, para evitar dermatopatias. Se for um felino, leve à beira da praia somente se ele for acostumado desde filhote e tenha os mesmos cuidados;
Lugar quente e abafado, nem pensar: evite deixar seu pet em locais fechados, abafados e com pouca ventilação. Isso ocasionaria a hipertermia que pode levar a um quadro grave. Dê preferência por locais ventilados, onde ele possa se refrescar;
Cuidados com os felinos: os felinos, em sua maioria, vivem mais domiciliados e passeiam menos, portanto devemos ter os cuidados de manter a água sempre fresca, local bem ventilado e a areia sempre limpa;
Festas de final de ano: o barulho de fogos de artifício das festas de fim de ano incomoda muito os pets, ocasionando muitas fugas (às vezes com finais trágicos e atropelamentos), pelo fato dos animais ficarem desorientados. Deixe seu pet em um ambiente tranquilo em casa, num cômodo bem fechado que ele possa se sentir seguro e não ter oportunidade de fuga. Coloque os objetos que ele gosta, como caminha, brinquedos, caixas ou arranhadores para os felinos;
Viagens: caso você e sua família forem viajar para um local onde seu pet não possa ir, procure um hotel de confiança para deixa-lo. Outra opção seria contratar um serviço de cuidadora de animais para poder cuidar do pet em casa, sem passar pelo estresse da troca de ambiente. Sua escolha deve levar em consideração o perfil do pet, seu temperamento, costumes, estilo de vida e rotina;

Aproveite nossas dicas para passar um verão confortável e tranquilo na companhia do seu pet e qualquer dúvida entre em contato com seu Médico Veterinário de confiança.

Fonte: Juliana Andrade, Msc. Médica Veterinária e professora do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG) / Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here