Por acaso, você tem estado cansado, irritado ou ansioso com frequência? Outros sinais a serem observados são: queda de cabelo, unhas quebradiças, falta de atenção e cicatrização demorada. Esses sintomas podem parecer sinais de uma rotina corrida e estressante. Contudo, há um problema silencioso no organismo que também pode causá-los, a deficiência de vitaminas e nutrientes.

O corpo nos dá sinais constantes de que algo está faltando. É preciso escutar estas chamadas para poder reparar a tempo determinados desequilíbrios, assim como conhecer os detalhes das evidências de déficit de cada nutriente.

“É necessário não deixar passar sintomas como cansaço, ansiedade, problemas com sono, fraqueza e problemas de visão, porque podem ser sintomas da falta da Vitamina B12 no organismo. Por isso, é importante relatar ao médico exatamente o que o paciente está sentido para uma checagem desses níveis e, se for detectado, iniciar o tratamento”, pondera a médica, Blima De Rossi.

De acordo com Ana Pallottini, consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), a deficiência de vitaminas e minerais é um grande complicador do nosso metabolismo.

“Não consumir vitaminas diariamente não irá causar doenças em si, mas ‘preparar o terreno’ para que elas apareçam e os principais sinais do nosso corpo por carência de nutrientes pode ser percebido quando nos sentimos cansados demais ou com sono excessivo; pensamentos confusos; excesso de apetite; baixa concentração; memória ruim; dificuldade de digerir as refeições; queda de cabelo; unhas quebradiças; pele opaca e ressecamento de olhos e da pele”, explica.

A especialista destaca ainda que as enzimas – proteínas que ajudam em algumas reações biológicas do corpo como, contribui para a desintoxicação do organismo, digestão e absorção do alimento – e os hormônios (substâncias químicas produzidas por glândulas do sistema endócrino que atuam transportando informações entre as células) dependem de várias vitaminas, por exemplo as do tipo A e C e minerais como ferro e cálcio e selênio.

“É fundamental pontuar que nenhuma vitamina ou mineral funciona corretamente em nossas células sem energia, portanto, nosso equilíbrio celular está atrelado ao consumo mínimo de 25% de gorduras, 15% de proteínas e pelo menos 40% de carboidratos”, ressalta Ana.

Por isso, a especialista alerta: “não faça dietas restritivas sem necessidade e sem acompanhamento de profissionais capacitados”.

Foto: Folhavitoria / Foto: Reprodução internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here