A 30ª ExpoBento e a 17ª Fenavinho já nasceram emblemáticas por conta de data comemorativa e das circunstâncias pandêmicas que permearam seus preparativos – agora, ao serem encerradas no domingo (19), tornaram-se históricas.

Durante seus 11 dias de programação, feira e festa atraíram mais de 274 mil pessoas, maior número de visitantes já registrado em uma única edição desde a inaugural, em 1990. Durante o período, 32 mil veículos entraram no Parque de Eventos de Bento Gonçalves. Outro recorde foi de público em um único dia: 54.574 mil pessoas no domingo, 12. Foram esses visitantes os responsáveis por gerar negócios estimados em R$ 50 milhões – amplamente comemorados pelos 463 expositores que preencheram os corredores com excelentes ofertas em produtos e serviços.

Os resultados podem ser entendidos como fruto direto de uma feira e de uma festa recheadas de atrações, novidades e também de tradição. E de fato são. Mas seriam inalcançáveis sem levar em consideração os longos, extenuantes e apreensivos 36 meses anteriores aos eventos. Foi entre idas e vindas, confirmações e adiamentos – e às custas de muito trabalho e resiliência – que a diretoria da 30ª ExpoBento e o comitê da 17ª Fenavinho precisaram se equilibrar para agora, finalmente, poder comemorar.

E foi justamente a trajetória até aqui, e não só a chegada, que as lideranças envolvidas na organização da feira e da festa destacaram em suas avaliações, na solenidade de encerramento.

Marijane Paese, presidente do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), destacou o sentimento de dever cumprido após tantas incertezas. “Esse é um momento de muita alegria, pois a feira foi um sucesso que não só entregou os objetivos a que se propôs, mas, sobretudo, superou as expectativas. Foi verdadeiramente a ExpoBento da retomada, evidenciando o quanto essencial são as atividades que geram desenvolvimento, empregos e movimentam a economia. Tudo foi pensado e planejado para que pudéssemos chegar nesses resultados, especialmente no que tange à diversidade para atrair novos públicos. Fomos estratégico e comprovamos que estamos no caminho certo para direcionar o futuro da feira e da festa”, destacou Marijane.

O número e a heterogeneidade de público trouxeram outro efeito ao Parque de Eventos, além de encher corredores: ajudaram a cumprir um dos grandes propósitos do CIC-BG, que é a de fomentar o turismo como força motriz crescente em Bento Gonçalves. Para ela, ExpoBento e Fenavinho colocam em evidência atrativos diferenciados do município, sendo indutores para novos públicos conhecerem a Serra gaúcha. “É um movimento gigante e que só pode ser colocado em prática com a soma dos esforços de várias mãos: iniciativa privada, entidades representativas e poderes públicos, unidos em um mesmo propósito de desenvolvimento coletivo. Quando esse é o objetivo do trabalho, os resultados aparecem”, destacou a dirigente.

Resiliência marca trajetória de eventos
Os resultados alcançados pela 30ª ExpoBento e pela 17ª Fenavinho foram possíveis graças à resiliência que caracterizou as equipes responsáveis por construir os eventos. Essa palavra foi muito destacada tanto pelo diretor-geral da feira, Gilberto Durante, quanto pelo coordenador do comitê da 17ª Fenavinho, Roberto Cainelli Júnior, ao enaltecerem a importância de seus times na construção dos eventos.

Para Durante, foi essa qualidade que oportunizou à feira e à festa o sucesso que alcançaram. “Foram 36 meses de trabalho e de expectativa. Como nossos próprios diretores comentavam, fomos a diretoria do sim, que nunca se abateu ou desistiu, mesmo nos momentos mais difíceis. Estamos muito satisfeitos com a presença maciça do público, batendo recorde de visitação, e também com a repercussão do evento entre os expositores, com vendas que superaram expectativas. É gratificante poder retribuir àqueles que acreditaram em nós com a entrega de resultados tão positivos”, comentou.

Mais do que históricos, os resultados da 30ª ExpoBento são alicerce para a construção do futuro – igualmente exitoso – da feira, na opinião de Durante. “Acredito que o futuro da ExpoBento dependia muito do trabalho deste ano, por ser a edição da retomada. Sabíamos que seria fundamental deixarmos bons encaminhamentos para 2023 e anos posteriores. Os eventos híbridos e online vão permanecer, mas nada substitui o presencial”, destacou Durante, que também falou sobre os esforços da diretoria para oferecer experiências em inovação e tecnologia, com o metaverso e a realidade virtual, e na área do esporte, com os jogos eletrônicos, pela primeira vez com uma das modalidades disputadas de modo presencial, além dos torneios de skate e padel.

Festa do reencontro

A ExpoBento e a Fenavinho são grandiosas pelos números que representam – mas feira e festa têm outra contribuição igualmente importante e imensurável, que são as vivências e experiências que oferecem e permitem compartilhar, na avaliação do coordenador do comitê da Fenavinho, Roberto Cainelli Júnior.

“Nos propusemos a realizar uma festa verdadeiramente conectada com sua essência – de integrar a comunidade, de valorizar o interior, de reconectar pessoas em um momento de diversão, alegria e, claro, celebração da qualidade de nossos vinhos. Nossa caminhada começou com as duas edições do Vinho Encanado, no centro da cidade, onde também realizamos o Desfile Cultural, teve momentos históricos com os Jogos Coloniais, teve a Escolha da Corte e culminou com essa bela festa que pudemos presenciar nos onze dias de Vila Típica”, destacou.

A Fenavinho trouxe alegria e diversão para as pessoas, em um momento em que esse convívio se fazia extremamente necessário. “Mas fomos além: aproximamos o setor vinícola, por meio dos expositores, das entidades setoriais, dos poderes públicos. Mostramos a união entre tradição e tecnologia que fez do nosso setor vinícola um expoente nacional e reconhecido mundialmente. E, claro, vendemos muito vinho!”, comemorou. Durante os onze dias de Vila Típica, foram aproximadamente 11.600 garrafas de vinhos e espumantes comercializadas, bem como mais de 10 mil taças oficiais da 17ª Fenavinho.

Com os aprendizados pós-pandêmicos, público, expositores e patrocinadores já têm novo compromisso marcado: o CIC-BG confirmou a realização da 31ª ExpoBento e 18ª Fenavinho, com previsão de ocorrer de 8 a 18 de junho de 2023, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

Fonte: Exata Comunicação / Fotos: Gilmar Gomes / Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here