Imagem: Divulgação

Tá na área o Rap Festival, um festival competitivo de música rap e poesia slam autorais e inéditos. O projeto vai acontecer no domingo, dia 23 de janeiro, na Fundação Casa das Artes de Bento Gonçalves. Jurados de renome nacional como Nego Max, Cristal, Nitro Di e DJ Gio Marx vão selecionar seis músicas e duas poesias para integrar uma coletânea a ser gravada em CD, que será distribuído gratuitamente. Também serão realizados dois shows de lançamento do projeto contando com a apresentação de todos os selecionados. E, de quebra, será produzido um videoclipe com os artistas, que ainda estarão reunidos numa faixa bônus disco. O projeto é feito com recursos do Fundo Municipal de Cultura de Bento Gonçalves.

O Rap Festival surge para afirmar o promissor e duradouro ambiente da música no município, apostando o também no forte e crescente estilo musical do rap e suas vertentes. A nova cena é feita de artistas que produzem e divulgam seus trabalhos em plataformas digitais e, semanalmente, mais de 200 pessoas acompanham batalhas de Mc’s em praças da cidade. Para contribuir com esse contexto, o Rap Festival pretende fazer um registro profissional e inédito, destacando novos artistas, difundindo sua arte com a distribuição de 400 CDs.

A realização do festival também impactará economicamente na cadeia artística e cultural, pois além dos MCS e Slammers, o projeto mobilizará profissionais de gravação, mixagem, masterização, beatmakers, captação e edição de vídeo, além de empresas de sonorização, iluminação e hospedagem. Rodas de conversas e bate papos com os jurados também serão momentos de formação e fortalecimento da Cultura Hip Hop na cidade.

Vale ainda destacar a realização do videoclipe, que também contribui para a divulgação dos artistas selecionados pelo Rap Festival, como um recurso distribuição e postagens em redes sociais. Esse material será assinado pela Ancora Produções, responsável pelo documentário Nem Eu Sei Tudo, premiado no Docs Without Borders Film, nos Estados Unidos.

O projeto também prevê duas apresentações dos músicos selecionados em locais públicos. Uma dessas apresentações será na Praça Vico Barbieri e outra na Praça Padre Rui Bozza, no bairro Vila Nova 2. A ideia é levar ações culturais tanto em locais centrais, com fácil e ampla circulação, como a um bairro periférico do município, chegando a um público que muitas vezes não tem acesso a programação cultural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here