A produção de leite, de queijos e seus derivados são culturas centenárias em Carlos Barbosa, cidade onde está instalada a mais antiga cooperativa de laticínios em atividade no Brasil, a Santa Clara. Diariamente, são milhares de litros de leite que dão origem a uma diversidade de produtos e uma grande variedade poderá ser degustada durante o 31º Festiqueijo, o festival gastronômico mais gostoso da Serra Gaúcha, que acontecerá de 1º a 31 de julho, sempre às sextas, sábados e domingos.

Queijarias de Carlos Barbosa, de outras cidades do Estado e de Santa Catarina estão confirmadas a participar. No total, dez marcas levarão muito sabor, tradição e novidades para quem visitar o Festival. Cooperativa Santa Clara, Casa do Queijo Laise, Granja Cichelero, Queijos Ferrari, Gran Mestri, Casa do Queijo Ipar, Lua do Queijo, RAR-Rasip, Queijaria Somacal e Laticínios 3 Palmeiras proporcionarão as melhores experiências de aromas e sabores. Além da degustação de mais de 40 diferentes tipos de queijos, também será possível provar outras delícias como pão de queijo, fondue, doce de leite e combinações que proporcionam deliciosas experiências.

Com 110 anos de história, a Cooperativa Santa Clara é uma das marcas que orgulha a comunidade de Carlos Barbosa e participou da concepção do primeiro Festiqueijo. Presente em todas as edições desde então, os visitantes poderão degustar toda linha de queijos nobres e maturados e ainda fondues, bebidas lácteas, embutidos em mais de 60 produtos, além de preparos especiais como quiche, pizza, massa e brownie.

A cada edição do Festiqueijo, a Santa Clara apresenta seus últimos lançamentos em queijos e embutidos e ainda com preparos especiais produzidos com produtos Santa Clara.

Neste ano serão mais de 30 variedades de queijos, inclusive os lançamentos da linha de búfala, queijo de coalho com pimenta e queijo maasdam, pizza napoletana com os lançamentos mozzarela de búfala e burrata, Queijo Brie levemente aquecido com doce de fruta, massa ao molho branco com salame servidos na forma de queijo, brownie com doce de leite, quiche de Queijo Azul e Temper Cheese, fondues de queijo, 4 queijos, chocolate preto e branco, iscas suínas temperadas com Queijo Gruyère na raclete, linguiças frescas, copa, salames italiano e milano, morcela e queijo de porco, frut Clara e Chococlara, brigadeiro e beijinho e sucos e néctar.

Presença há 18 anos no Festiqueijo, a Granja Cichelero, de Carlos Barbosa, levará 19 tipos diferentes de queijos, com destaque para o lançamento do Gouda. “Essa será a novidade da nossa marca nesta edição”, destaca Daniel Cichelero, diretor da marca. Cichelero destaca dois outros tipos de queijos temperados que até então não estavam no Festival: o queijo ao vinho e o queijo temperado com alho. A Casa do Queijo Ipar, também de Carlos Barbosa, participa do Festiqueijo há 16 anos e nesta edição levará 16 produtos para degustação, entre eles o tiramissu com queijo mascarpone, o fondant de doce de leite, queijo coalho e as deliciosas combinações de queijos com geleias.

De Carlos Barbosa, a Ferrari Alimentos, participa do Festiqueijo desde 2008 e destaca-se pelo seu premiado queijo colonial, que poderá ser degustado no evento, assim como outras nove variedades de produtos. Zair Ferrari destaca que outros produtos mais procurados no Festiqueijo são o queijo com chocolate, a linguiça frita e o lombo defumado.

Pelo 10º ano no Festiqueijo, a RAR, de Vacaria, levará seus queijos Gran Formaggio e Parmesão RAR. O Gran Formaggio é o queijo tipo Grana, produzido pela RAR de forma pioneira e que recebeu o título de melhor parmesão brasileira, disponível em forma inteira, com aproximadamente 35kg, até frações de 200g, lascas e ralado e ainda versões 12 e 18 meses de maturação. O Parmesão RAR é produzido com o mesmo leite de altíssima qualidade utilizado na produção do Gran Formaggio. Passa por maturação de seis meses e é comercializado nas versões peça inteira, fracionado e cilindro. Também participando há 10 anos, a Casa do Queijo Laise, de Vacaria, estará com um estande junto com a Lua de Queijo. Será possível degustar dois produtos, a mussarela e o parmesão mineiros.

A Queijaria Somacal, de Farroupilha, participará pela segunda vez do Festiqueijo e neste ano levará cerca de oito produtos, entre eles dois produtos premiados regional e internacionalmente: o queijo colonial imerso no vinho por 15 dias e queijo colonial parmesão. Além disso, os visitantes poderão degustar queijos temperados, ricotas e queijo coalho.

Estreando no Festiqueijo, a Queijaria 3 Palmeiras, de Antônio Prado, famosa pelo queijo colonial que leva o nome da marca, está empolgada para o início do Festival. Com 30 anos de fundação, os visitantes também poderão conhecer o queijo colonial maturado, o queijo coalho e a ricota fresca. Com sedes em Guaraciaba e Chapecó (SC) e produção de leite em Erval Grande (RS), a Gran Mestri Alimentos, participante do Festival desde 2015, levará 12 produtos, com destaque para o queijo tipo Grana Padano, com tempo mínimo de maturação de 12 meses.

Harmonizações
As inúmeras opções queijos poderão ser harmonizadas com vinhos e espumantes de vinícolas de Carlos Barbosa, Bento Gonçalves e Garibaldi. São dezenas de rótulos premiados internacionalmente, que carregam a pluralidade do terroir brasileiro e tornam-se a combinação perfeita para aquecer o inverno na Serra Gaúcha.

Os visitantes terão a oportunidade de degustar vinhos e espumantes das vinícolas Amitié, Aurora, Casa Garcia, Casa Valduga, Dom Naneto, Garibaldi, Miolo, Pedrucci e Vaccaro. De Carlos Barbosa, a Vinhos Finos Casa Garcia exibirá entre seu portfólio o Casa Garcia Merlot, o Casa Garcia Brut e o Casa Garcia Moscatel.

De Bento Gonçalves, a Miolo, por exemplo, levará para o Festiqueijo 14 rótulos premiados entre vinhos, espumantes e suco de uva. Outra marca tradicional no evento é a Casa Valduga que também estará apresentando seus vinhos e espumantes. A Cooperativa Vinícola Aurora, marca presença no Festival com oito rótulos, sendo que os grandes premiados são o Aurora Espumante Moscatel e o Aurora Brut.

A Dom Naneto, de Garibaldi, também já está com as taças na mão para servir os premiados Dom Naneto Espumante Moscatel Branco e o Dom Naneto Espumante Brut Branco. Já a Cooperativa Vinícola Garibaldi destaca o Garibaldi Espumante Moscatel o Garibaldi Brut Rosé Pinot Noir.

A Amitié Vinhos e Espumantes estará presente no Festival com sete rótulos, incluindo os superpremiados Amitié Brut e Amitié Brut Rosé. Tem ainda a Casa Pedrucci que entre os sete rótulos, destaca o Pedrucci Brut Tradicional 2021 e o Occasione Moscatel. Também de Garibaldi, a Vinhos Vaccaro estará exibindo nove rótulos premiados, sendo quatro espumantes, quatro vinhos e um suco e uva.

SERVIÇO:
O que: 31º Festiqueijo
Quando: De 1º a 31 de julho, somente de sexta a domingo
Local: Salão Paroquial da Igreja Matriz de Carlos Barbosa
Horários: Sextas-feiras: 14h às 23h; Sábados: 11h às 23h; Domingos: 10 às 17h
Ingressos: sextas-feiras e sábados, de 8 a 12 anos pagarão R$ 80,00 e a partir de 13 anos R$ 195,00; aos domingos, de 8 a 12 anos pagarão R$ 80,00 e a partir de 13 anos R$ R$ 175,00. Menores de 8 anos entrada gratuita. Área Vip R$ 380 por pessoa para qualquer dia de evento.

Fonte: Conceito Com / Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here