Uma cartografia feita através de narrativas estéticas de arte urbana e relatos de viagem pelo Rio Grande do Sul estão nos 10 mil fanzines que já começaram  a ser distribuídos em diferentes rotas de ônibus intermunicipais de transporte coletivo do Rio Grande do Sul.

Esta é uma das ações resultantes do Projeto Território Rua/Poética da Geografia, do Instituto SAMbA, de Caxias do Sul.

Realizado com recursos do Governo do Estado do Rio Grande do Sul por meio do Pró-cultura RS FAC – Fundo de Apoio à Cultura, através do Edital 12/2019, o projeto tem vetores conceituais e de criação que transitam pelos campos da arte urbana e contemporânea, elaborado em suporte gráfico alternativo, o fanzine, para chegar à população e, em especial, aos passageiros dos ônibus que percorrem o Estado.

A proposta tomou forma depois de diversas viagens realizadas por rotas diferentes de ônibus. Integrantes do Coletivo Rua, os artistas Maurício Pesk e Fernanda Rieta viajaram para Erechim, Pelotas e Santa Maria. A escritora Cris Lavratti e os jornalistas Marcelo Mugnol e Carlinhos Santos fizeram viagens para Santa Rosa, Santana do Livramento e Santa Vitória do Palmar, respectivamente. Todos os roteiros foram feitos de transporte coletivo durante o ano. Ao final, imagens, textos, rascunhos, registros e apontamentos destes caminhos foram transformados em zines, que agora serão distribuídos nos ônibus dessas linhas de passageiros.

Este mapeamento visual e narrativo buscou construir redes de informação e de apontamentos artísticos, jornalísticos, talvez poéticos, na perspectiva dos relatos, por diferentes linguagens, de geografias estéticas e humanas que descrevam ou apontem diferentes contextos de produção de arte urbana no Rio Grande do Sul. As viagens foram também registradas em postagens nas redes sociais do projeto, usando diferentes suportes e mídias de criação para expor os olhares sobre essas rotas, tendo como referência a obra “Teoria da Viagem – Poética da Geografia” – da qual o projeto empresta o nome -, do filósofo francês Michel Onfray .

Para reunir o resultado deste material garimpado, escolheu-se o fanzine como suporte gráfico onde estarão impressos os materiais visuais, as escritas, os relatos, as imagens e os recortes da arte de rua dessas diferentes cidades. Este mosaico de informações, seja do campo literário ou mesmo das artes visuais, chega agora de forma gratuita à população gaúcha que circula de ônibus de Norte a Sul, Leste e Oeste do Estado. Na perspectiva da democratização do acesso a materiais e informações sobre arte e cultura, foram produzidos 10 mil fanzines.

Reafirmando as ações do Instituto SAMbA que apostam na relevância da arte urbana e da arte popular brasileira para a cena contemporânea, promovendo diálogos e atualizando repertórios no ambiente de arte do Estado, o Território Rua – Poética da Geografia busca o diálogo e as interlocuções criativas dos diferentes envolvidos neste processo de integração e descobertas de um mapa estético contemporâneo possível no ambiente da arte urbana gaúcha.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here