Os arquitetos Victor Correa, Guilherme Xavier, Guilherme Dacas e Lucas Trentin de Caxias do Sul ficaram em quarto lugar no Concurso Internacional African School Project. O intuito do concurso era receber propostas para projetar uma escola secundária em Benga (Malawi), onde o projeto vencedor será posteriormente construído.

A proposta de projeto Benga Secondary School dos jovens arquitetos contou com o apoio dos colaboradores Leonardo Giovenardi e Gerge Pergher, que juntos fizeram um estudo sobre a realidade da comunidade local e assim obtiveram a ideia do projeto que atendesse as necessidades da demanda local. “A premiação representa para nós a certeza dos princípios que estabelecemos para nossa vida profissional. Acreditar nos valores culturais associando sempre a busca contínua por conhecimento. Lógico que ficamos muito felizes com o prêmio. Para a maioria da equipe esse é o primeiro prêmio internacional, o que gera uma projeção e visibilidade do nosso trabalho a um patamar que não imaginávamos tão cedo”, destacou o arquiteto Lucas Trentin.

A ideia do projeto do grupo uniu a necessidade de uma instituição de ensino com a moradia, juntamente com a integração das culturas locais. “O interessante, é que leva não apenas o reconhecimento do nosso trabalho, mas também, o nome de Caxias do Sul e do Brasil, sendo o único trabalho listado entre os cinco premiados, que contam com lugares como Nova Iorque, Milão e Paris. Isso gerou até uma certa graça quando nos demos conta dessa lista de lugares. Cidades em países de primeiro mundo, onde é sabido que o ensino e o acesso é muito mais avançado do que no nosso país. Ficamos imaginando essas pessoas se perguntando – Caxias do Sul, onde é isso?”. Relatou.

Fonte: Leouve / Foto: Arquivo Pessoal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here