Dizem que o segundo cérebro está no estômago. Esta declaração tem base científica após vários estudos. Existe uma comunicação direta entre estômago e cérebro. Então, pode-se dizer: somos o que comemos? Nosso estômago tem mais de 100 milhões de células e um canal de comunicação direto (nervo vago) com o cérebro; Assim, a saúde do nosso sistema digestivo terá um impacto direto no nosso estado emocional.

Ter um intestino saudável é importante, poderíamos dizer quase vital, pois; 80% de nosso sistema imunológico se aloja ali e a serotonina (o popular hormônio da felicidade) é produzida no intestino. Portanto, seria lógico prestar atenção às nossas entranhas e à sua complexa comunidade microbiana se quisermos desfrutar de um bem-estar geral. E foi assim que começamos a falar sobre probióticos.

O que são probióticos? Basicamente, são bactérias ou leveduras saudáveis ​​que ajudam a fortalecer nosso sistema imunológico. Eles são microrganismos vivos que ainda estão ativos quando atingem nosso cólon, se instalam nele e nos dão vários benefícios, como melhorar o sistema imunológico ou a flora intestinal. Se os ingerimos nas quantidades precisas, eles nos ajudarão no processo de digestão e nos trarão grandes benefícios para a saúde intestinal.

Para que servem? Eles servem para ter uma boa saúde do sistema digestivo; Eles nos ajudam a digerir melhor certos alimentos, favorecem a flora intestinal, vaginal, o trânsito e nos ajudam a absorver melhor o cálcio e certas vitaminas.

Onde encontrá-los? Nós os encontraremos em medicamentos, suplementos nutricionais ou podemos adquiri-los naturalmente através de certos alimentos. Em geral, os encontraremos em produtos com alto teor de bactérias, como queijo, iogurte ou outros produtos lácteos, como manteiga.

Como dizemos, os iogurtes têm muitos probióticos, mas existem muitos outros alimentos que contêm essas bactérias benéficas. Se deseja incorporá-los à sua dieta, listamos abaixo alimentos ricos em probióticos.

Kefir
De aparência estranha e pouco atraente, o kefir é uma bebida afermentada que se parece com a couve-flor e se alimenta de leite ou água. A partir dele, você obterá leite de kefirada que, de fato, contém mais probióticos que iogurte. Sua etimologia vem do turco e significa sentir-se bem!

Kefir - Brasil Escola

Chucrute
Entre os alimentos fermentados que ajudam a saúde microbiótica está o chucrute, um probiótico por excelência. Este alimento típico alemão resulta da fermentação de repolho em salmoura. Na verdade, podemos fermentar todos os tipos de frutas e vegetais que passam por nossas cabeças; No Japão, natto (que nada mais é do que soja fermentada) ou kimchi é muito famoso, mas podemos fermentar quase tudo: cenoura, pimentão, rabanete, pepino … e podemos fazer isso sozinho em casa. Quando um elemento fermenta, há um estágio no processo em que os probióticos são formados.

Receita de Chucrute | CyberCook

Picles
É uma técnica de conservação em que os vegetais são acidificados, ou seja, tratados, principalmente em uma mistura de salmoura (água saturada com sal) e vinagre. Como os elementos patogênicos não podem proliferar no vinagre, o produto em conserva pode ser preservado por um longo tempo. Fazer picles em casa é muito fácil. Talvez picles de pepino, cebola e pimenta sejam os mais conhecidos, mas podemos fazer também com cenoura, quiabo, alho, entre outros.

Picles nórdico - Paladar - Estadão

Kombucha
Kombucha é um fungo que prolifera em meio líquido, dando origem a uma bebida fermentada levemente ácida semelhante à cidra. Depurativo, antioxidante e energizante também possui um grande número de probióticos.

Kombucha Scoby (orgânico) Cultura Probiótica + Brindes - R$ 49,90 ...

Miso
Salgado e intenso, esta pasta nutritiva feita de soja fermentada, vem da China e significa “fonte de sabor”. É um condimento fermentado que pode ser usado em sopas, molhos, legumes e saladas; além de ser usado como aromatizante em inúmeros pratos.

Is Miso Soup Good For You? Yes! Here's Why | New Idea Food

 

Fonte: Petitchef / Foto: Reprodução internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here