Uma escultura móbile de grandes dimensões (12m de comprimento por 3m de altura) em ferro e dressas de palha de trigo está sendo montada na Praça Garibaldi, em Antônio Prado, pelo artista plástico César Cony.

A realização da obra integra o projeto Ferro e Dressa, contemplado pelo edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) em parceria com a Fundação Marcopolo, com recursos oriundos da Lei Aldir Blanc.

A inauguração será no próximo dia 20 de maio, às 10 horas e abre as comemorações no município do Dia da Etnia Italiana no Rio Grande do Sul. Em paralelo acontece o lançamento nas redes sociais de um vídeo documentário sobre o processo de elaboração da escultura, com a participação de moradores locais como Marina e Narciso Chilanti, Maria Tereza e Norma Nodari e o ferreiro Luiz Marsílio, que compartilham seus conhecimentos sobre a produção das dressas, a moldagem do ferro e a história dos primeiros marceneiros chegados em Antônio Prado.

A escultura utilizará o ferro e dressas (tranças feitas de palha de trigo utilizadas pelos imigrantes italianos na confecção de cestas, sportas, chapéus, entre outros) como suporte e vai permitir movimento. O projeto artístico inclui alguns dos elementos estéticos mais significativos (lambrequins e óculos de porão) que compõem os adornos de muitos dos 48 imóveis da cidade de Antônio Prado-RS, considerado o maior conjunto brasileiro de casarios da arquitetura italiana tombados e preservados pelo IPHAN.

A escultura vai possibilitar aos visitantes vivenciar uma conexão com a obra, já que está projetada para permitir ao público uma experiência sensorial. As pessoas poderão circular por dentro da obra e ao mesmo tempo, através do tato, explorar as diversas texturas dos materiais.

A obra permanece na Praça Garibaldi até o dia 11 de junho. A partir do dia 12 será exposta na capital gaúcha, junto ao Monumento Expedicionário, no Parque da Redenção.

O PROJETO
O projeto FERRO E DRESSA foi apresentado pela Lúdica – Educação e Linguagem e aprovado na Lei Aldir Blanc , contemplando 16 profissionais ligados à cadeia cultural, entre eles artesãs dresseiras e o artista plástico residente em Antônio Prado, Cesar Cony, responsável pela concepção e execução da obra artística.

O projeto FERRO E DRESSA concorreu com outros 6.590 inscritos, dos quais 591 projetos foram contemplados, em 127 cidades , que vai gerar mais de 10.000 postos de trabalho, atendendo um público previsto de mais de 2 milhões de pessoas. Este é o maior edital para a Cultura realizado no Rio Grande do Sul e é destinado a propostas de Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas.

O processo seletivo dos projetos promoveu a distribuição de recursos a proponentes de diversos municípios do Rio Grande do Sul de acordo com a divisão demográfica da população do RS COREDES – Conselhos Regionais de Desenvolvimento. No Corede Serra foram contemplados 65 projetos.

SOBRE O ARTISTA
Natural de Porto Alegre, Cesar Cony vem desenvolvendo a arte da joalheria desde 1981. Participou de diversas exposições coletivas e individuais no Estado e no país e fundou, em 1995, a Escola Gaúcha de Joalheria, promovendo e produzindo cursos, exposições, mostras, excursões orientadas e intervenções em espaços culturais. Formou toda uma nova geração de joalheiros e designers.

Em 2010 quando visitou Antônio Prado para conhecer os projetos de agroecologia locais se apaixonou pelo design, cultura e elementos estéticos da arquitetura colonial italiana. Desde então reside na cidade com a família, onde cria e desenvolve suas coleções e mantém seu atelier.

Cony participa ativamente do movimento cultural de Antônio Prado, tendo sido presidente do Conselho Municipal de Cultura. Em 2014 concebeu e produziu o projeto Nostro Natale, com diversas atrações culturais. Criou o projeto de uma Árvore de Natal em ferro e dressa, instalada no centro histórico do município, tendo como inspiração elementos da arquitetura colonial italiana.

SERVIÇO
Inauguração da Escultura Ferro e Dressa
Artista: César Cony
Data: 20 de maio, às 09 horas
Local: Praça Garibaldi – Antônio Prado/RS
Projeto contemplado pelo edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) em parceria com a Fundação Marcopolo, com recursos oriundos da Lei Aldir Blanc.

Fonte: Infinita Com / Foto: Divulgação / Bruno Varela

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here