Pipa Pórtico em aquarela de Geison Ranzi

O projeto Bento em Aquarela, incentivado pelo Fundo Municipal de Cultura, está ganhando cores e aos poucos as obras estão se transformando em cartões postais da cidade. O artista local Geison Ranzi de 33 anos, ilustrou cerca de 20 locais e cenas de Bento Gonçalves que resultarão em uma exposição artística. O sucesso do projeto – inédito na região – permitiu que as aquarelas ganhassem novos formatos. Os cartões postais serão mais acessíveis e tem previsão para lançamento para outubro. Já a exposição está com a data de lançamento a definir em virtude da pandemia.

Nascido em Bento Gonçalves, Geison Ranzi é artista plástico e ilustrador desde 2007. O projeto nasceu da ideia de retratar através de pinturas um pouco da cultura e da história de Bento Gonçalves.

O projeto foi apresentado ao Edital Cultura para Todos de 2019 e, segundo o autor, foram meses de pesquisa e pincéis na mão: ” A ideia inicial foi ilustrar em aquarela as riquezas locais, pontos turísticos e culturais que sempre me impactaram. Resolvi pesquisar sobre o fundo de incentivo do município e por alguns meses estudei, pensei no formato da exposição e na adequação aos critérios da secretaria de cultura e a aprovação me deixou muito feliz. Neste trabalho, procuro representar e homenagear Bento Gonçalves através do meu trabalho. Estimo que tenha investido mais de 200 horas desde o início do processo criativo até a pinturas finais, ainda tem muito trabalho pela frente, mas é gratificante ver cada etapa concluída”.

Apoiado e incentivado pelos amigos e familiares, Geison conta que o projeto foi se moldando durante a criação. Inicialmente planejado para ser uma exposição artística dos quadros em aquarela, a ideia foi aumentar a abrangência e o impacto na comunidade, reproduzindo as artes em cartões postais, para que mais pessoas possam ter acesso ao projeto, conhecendo e difundindo não só o trabalho artístico, mas também a cultura e pontos turístico de Bento.

Entre as temáticas foram representados os pontos turísticos e principais atrações da cidade e representar o trabalho no campo, o cultivo da uva, os legados deixados pelos nossos imigrantes.

Ainda segundo Geison: “A importância de termos um edital voltado para a Cultura em nosso município é muito maior do que o pouco que estou contribuindo. Seja na área das artes plásticas, artes cênicas, música, literatura, enfim, são formas de perpetuar a nossa cultura, nossos costumes e tradições. Hoje Bento tem uma identidade, uma relevância e uma história porque muito disso foi difundido por esses meios. Como artista local, me sinto grato por ter esses canais e incentivos para valorizar e manter a produção artística da nossa cidade”.

 

O trabalho também conta com um selo postal exclusivo. Foi impresso junto aos Correios um selo “Bento em Aquarela”, que é uma forma de certificar a procedência do cartão postal e facilitar o envio postal. Além de representar a cidade, o selo também é item de colecionador. Ao produzir os selos, os Correios solicitaram permissão para adicionar este selo em específico no site, para que colecionadores de todo o mundo possam ter acesso e adquirir este item. Este fato inesperado também cumpre o intuito do projeto e do selo, representar a nossa cidade e difundir a nossa cultura.

O projeto é todo gratuito, a exposição e a distribuição dos cartões. Mais obras e informações podem ser acessadas pelo Instagram ou Facebook do projeto no endereço @bentoemaquarela

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here