Um dos mais consistentes projetos editoriais do Rio Grande do Sul, a série “Dicionários” chega em 2020 na sua 16ª edição, homenageando as obras de dois mestres da literatura russa e mundial: Fiódor Dostoiévski e Leon Tolstói.

Intitulado “Uma viagem pela alma humana, uma lição de vida”, o livro traz mil verbetes organizados em ordem alfabética, apresentando um panorama da volumosa obra dos escritores, considerados dois dos maiores romancistas dos últimos séculos. Com tiragem de 1.000 exemplares, a obra será distribuída de forma gratuita para bibliotecas públicas, universidades, instituições culturais, formadores de opinião e autoridades.

Fiódor Dostoiévski, autor de “Os Irmãos Karamázov” e “Crime e Castigo”, retrata em seus romances questões existenciais e temas relacionados a sentimentos ligados à culpa e à loucura. Leon Tolstói, um exímio pensador social e moral, é autor de “Guerra e Paz”, obra que se tornou célebre em todo o mundo, e Ana Karienina, considerada por Sigmund Freud como o maior de todos os romances. As obras de ambos os autores contam com diferentes adaptações para o cinema e teatro, e continuam até hoje a impressionar leitores ao redor do mundo pela veracidade e profundidade do retrato humano contido em suas páginas.

Ficha técnica
A escolha final dos mil verbetes é realizada pelo editor da publicação, o escritor Luiz Coronel, a partir do meticuloso levantamento de três mil trechos, realizado por uma equipe de estudiosos, escritores e especialistas na obra dos autores. O Dicionário conta com a coordenação geral da Mecenas Editora e do Departamento de Marketing do Grupo Zaffari. O projeto gráfico e a direção de arte do livro são de Simone M. Pontes, da TAB Marketing Editorial, e a coordenação da pesquisa e organização editorial são da dra. Janaína de Azevedo Baladão.

A série Dicionários é uma realização do Grupo Zaffari composta pelos títulos:

1. Erico Veríssimo, o Tempo e o Vento a Passar (2005)
2. Mário Quintana, a Quinta Essência de Quintana (2006)
3. Guimarães Rosa, uma Odisseia Brasileira (2007)
4. Machado de Assis, ontem, hoje e sempre (2008)
5. Gabriel Garcia Márquez, a Magia Literária da América (2009)
6. Willian Shakespeare, as múltiplas faces de um gênio (2010)
7. Fernando Pessoa, um poeta predestinado (2011)
8. Carlos Drummond de Andrade, a Dimensão Lírica do Cotidiano (2011)
9. Luis Fernando Verissimo, Quando a Lucidez Não Perde a Graça (2012)
10. Miguel de Cervantes, O sagrado Direito de Sonhar (2013/14)
11. Clarice Lispector, a transcendental visão do quotidiano (2015)
12. Mário e Oswald de Andrade, o Texto e Contexto da Modernidade Brasileira (2016)
13. Carlos Nejar, um homem do pampa (2017)
14. Virgínia Woof, o esplendoroso abismo da imaginação (2018)
15. Luiz Coronel, um domingo ensolarado (2019)

Fonte: Práttica /  Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here