O uso da tecnologia no campo faz a diferença na qualidade do produto, na sustentabilidade da produção e na receita final. Pensando nisso, a Cooperativa Nova Aliança instala novas usinas fotovoltaicas em duas das suas unidades. O investimento na tecnologia foi de R$ 2,7 milhões.

Na Linha Jacinto, em Farroupilha, a nova forma de geração de energia já está em operação desde abril. Já em Santana do Livramento, o novo sistema deve entrar em funcionamento em setembro. As novas placas solares devem registrar uma geração de energia capaz de suportar o total de consumo das unidades, gerando uma economia final de aproximadamente 80% do gasto.

“O foco principal para a instalação das usinas, inicialmente, foi a de economia de energia elétrica. Os custos de geração e suprimento são inferiores aos da energia elétrica convencional. Além disso, tem todo o contexto de benefícios ambientais, uma vez que é classificada como fonte de energia limpa, sustentável e renovável”, explica o diretor industrial da Cooperativa Nova Aliança, Jocemar Dalcorno.

As usinas de Linha Jacinto e Santana do Livramento foram as primeiras instaladas, mas há avaliações de implantar a tecnologia em outras unidades.

Atualmente, a matriz da Cooperativa, situada em Flores da Cunha, conta com energia do mercado livre, totalmente proveniente de fonte limpa, que também possui um bom custo benefício e já garantiu uma redução de 1.000,017 tCO2.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here