Após se pronunciar sobre as acusações de agressão de Duda Reis, 18 anos, Nego do Borel, 28 anos, decidiu agir judicialmente em relação a polêmica que está envolvido e na quarta-feira (13) registrou uma ocorrência contra a ex-noiva por injúria, calúnia e difamação.

De acordo com informações obtidas pelo Metrópoles, Borel teria alegado ter sido vítima de acusações de cunho mentiroso, acusando Duda de não ter lidado bem com o término do relacionamento de três anos.

“Está criando toda a movimentação social como forma de vingança”, argumentou o funkeiro, se referindo a polêmica que se criou entre o cantor e a atriz. Desde a última terça-feira (12), após áudios sobre uma suposta traição do cantor com a influenciadora Lisa Barcelos, virem à tona, Duda tem desabafado nas redes sociais sobre o relacionamento que viveu, defendendo que viveu um relacionamento abusivo com o cantor em que seria traída, vigiada e ameaçada por ele.

De acordo com o ‘Extra’, ao longo ocorrência contra Duda Reis foi registrada na 42ª DP, no Rio de Janeiro, o funkeiro teria negado que monitorasse Duda, gravando suas ligações telefônicas e manipulando vídeos em que ela era “obrigada a dizer mentiras”.

O cantor ainda se defendeu das acusações de ter feito comentários com cunho racista, dizendo que “não gostava de preto e pobre”. Segundo Borel, a acusação seria leviana levando em conta que ele é negro, tem uma família com pessoas negras, além de ter amigos e amigas negros e pobres.

Ao longo do boletim, ele ainda defende que nunca agrediu a atriz e que repudia qualquer violência de homens contra mulheres. Borel disse ainda “abominar” relacionamentos abusivos e contou que, em qualquer discussão dos dois, preferia “sair de perto para ‘amenizar a situação’”, lamentando a situação que os dois estão vivendo por conta do fim do namoro, e salientando que o caso abalou sua vida pessoal e profissional.

Fonte: Jetss / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here