A partir desta semana, o Museu do Imigrante em Bento Gonçalves recebe a exposição “Bento em Aquarela”, de Geison Ranzi. Contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura, a mostra retrata 20 pontos turísticos de Bento Gonçalves, evidenciando seus aspectos culturais que representam o município, bem como, o trabalho no campo.

As pinturas foram reproduzidas em 10 cartões postais com o intuito de difundir o município por meio de seu patrimônio material (pontos turísticos, belezas naturais, localidades) e imaterial (o imigrante, o trabalho no interior do município, principalmente em relação a produção de uva e vinho) e foram entregues ao Centros de Atendimento ao Turista (CAT).

De acordo com o artista plástico, “Bento em Aquarela é uma homenagem de quem nasceu e se criou no município e a escolha da técnica de aquarela se deve a leveza e a simplicidade com que ela é trabalhada: papel, tinta e água. O processo de uma aquarela sempre deixa uma textura diferente, a fusão das cores e a forma como a água atua sobre o papel remetem ao exato momento no qual ela é feita”.

A museóloga Deise Formolo ressalta que a exposição “traz novos olhares sobre o município. E o interessante é perceber como cada artista representa por meio de diferentes técnicas. Geison Ranzi nos traz uma poesia em movimento, evocando as características que dialoga entre o artista plástico e seu assunto”.

Serviço:
O que: Bento em Aquarela, de Geison Ranzi
Período de visitação: até 31 de agosto, de terça-feira a sábado
Horário: 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30
Onde: Museu do Imigrante – Rua Herny Hugo Dreher, 127, bairro São Bento

Fonte: RevistaNews / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here