Era uma vez um menino que teve seu primeiro contato com os livros, no ferro velho do seu pai. A partir daí, um mundo novo de possibilidades e encantamento surgiu à sua frente e desde então, sua meta de vida é tornar possível esse mesmo universo de oportunidades a crianças de todas as idades.

Essa é a história do presidente e fundador do Instituto de Leitura Quindim, Volnei Canônica, um caxiense especializado em Literatura Infantil e Juvenil pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), ex-diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, do Ministério da Cultura e “figurinha” certa em vários juris da temática cultural e literária. Em 2018 resolveu montar o Instituto, na sua terra natal, num espaço democrático onde crianças, jovens e adultos pudessem ter acesso à literatura infantil e juvenil de qualidade, além de conteúdos teóricos sobre esse universo.

Com um acervo de mais de seis mil livros o Instituto localizado no Centro Cultural Moinho da Cascata, oferece de quarta a domingo serviços gratuitos, como: empréstimo de livros, contação de histórias, exposições, encontro com autores e lançamento de livros. Algumas atividades do Instituto tem custo bem acessível, tais como: cursos, seminários, curadorias, assessoria de eventos literários e oficinas. Todas as atividades estão disponíveis tanto para agendamento com grupos escolares e universitários, quanto para a comunidade em geral. Um detalhe interessante é que cada pessoa pode retirar até quinze livros por vez. Para isso, basta apresentar um documento com foto para o cadastro, e pronto, você já é um sócio do Quindim, sem custo algum.

No Instituto crianças e jovens têm a possibilidade de estar em contato com os mais diversos assuntos, que serão abordados com linguagem adequada para cada faixa etária, respeitando a capacidade de compreensão de cada um. Bem como adultos que não tenham tido acesso a livros na infância, podem entender melhor a importância dele na vida dos pequenos, conforme ressalta Volnei. “Nas nossas oficinas, por exemplo, depois de entenderem o processo de construção de um livro, os adultos jamais olharão para aquele objeto da mesma forma. Eles entendem que o livro é o primeiro museu de uma criança”, assegura.

Ao longo desse um ano de história em Caxias, o Quindim se consolidou como um espaço gratuito e seguro que contribui na construção de políticas públicas e em ações de promoção da leitura – no Brasil e no Exterior – para que crianças, jovens, pais e educadores tenham acesso à literatura de qualidade, conforme explica Volnei. “Crianças leitoras tem possibilidades de um futuro melhor e isso acontece por meio da educação, que dá a elas uma compreensão melhor sobre seus direito quanto à segurança e saúde, por exemplo”, afirma.

Propiciar um ambiente seguro, acolhedor e lúdico para interação entre pais e filhos é uma conquista festejada por Volnei. “Num país em que 70% da população não frequenta bibliotecas ter pais dispostos a propiciar momentos de interação, diversão e cultura junto a seus filhos, em um local como o nosso, é uma prova de afeto”, conclui.

Para 2020, a perspectiva é de aumentar a quantidade de sócio, atuar mais próximo da formação de professores e demais pessoas mediadoras da leitura, além de aumentar ainda mais o interesse e noção de pertencimento do local a toda comunidade.

Ação Natal Solidário
O Instituto de Leitura Quindim está promovendo a ação Natal Solidário, que irá presentear duzentas crianças e jovens, que vivem em casas-lares e abrigos de Caxias do Sul, com livros literários de qualidade, escolhidos conforme sonhos e medos de cada criança.

Para isso disponibilizou uma vaquinha online, para que toda e qualquer pessoa, possa contribuir, apadrinhando essas crianças em estado de vulnerabilidade social, presenteando com um lindo livro, que será entregue no dia 24/12.

Números do Instituto Quindim em 2019:
Acervo de títulos nacionais e estrangeiros: Mais de 6 mil
Sócios: 400 sócios/famílias, o que no total envolvem aproximadamente 1.600 pessoas
Livros emprestados: 10.200 mil
Visitas escolares: 29 instituições de ensino, da pré-escola a faculdades. No total, 1.700 alunos.
Visitantes em geral: 5.715 pessoas de norte a sul do país (Rio Grande do Sul, Belém do Pará, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Goiania, Natal, Recife, Florianópolis, Fortaleza e Curitiba), além de São Francisco e Nova Iorque (USA).
Exposições: 11 (8 de artistas internacionais e 3 nacionais);
Participações em eventos: 21 nacionais e 5 internacionais, tais como:
– FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty – RJ;
– Primavera Literária de Belo Horizonte – MG;
– Seminário Retratos da Leitura no Brasil – Biblioteca Escolar – São Paulo/SP;
– 20º Salão Internacional do livro Infantil e Juvenil e II Congresso de Mediação de Leitura – Pontevedra/Espanha;
– 1º Edição da Travessia das Letras – Oeiras/Portugal;
– Feira Internacional do Livro para Crianças – Bolonha/Itália;
– Congresso Internacional de Mediação de Leitura de Pequim – China;
– Congresso Internacional de Leitura – Estocolmo/Suécia.

Fonte: Adri Agência de Conteúdo / Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here