No dia 06 de março, escritor apresenta ao público de Caxias do Sul seu 12º livro, totalmente feito à mão e com Escape Game

Com mais de 50 mil livros vendidos, o escritor Pedro Guerra inicia 2020 com o lançamento do seu livro intitulado Febre. A Praça de Eventos (3º andar) do Prataviera Shopping será o ponto de encontro, no dia 06 de março, a partir das 17h, para quem quiser conhecer, adquirir e autografar a obra, uma continuação do best seller Vício (2018). Na oportunidade, também será apresentada a sala de escape game, em parceria com a Xeque-Mate.

Pedro garante que a obra se trata de uma proposta diferente, a exemplo de todos os seus outros livros, porém esse foi totalmente produzido à mão pelo autor, página a página. “Utilizei carvão vegetal, tinta, cola, palitos de picolé, glitter, fotografias, recortes, esparadrapo, fita isolante, corretivo e muitos outros materiais. A ideia era expressar visualmente todo o sentimento que cada frase ou texto carrega”, explica Pedro, que levou cerca de um ano e meio para a concepção do livro e mais de 30 dias seguidos para a confecção de suas páginas originais.

O escritor avalia que o adolescente está carente de projetos genuínos e artesanais, feitos com as próprias mãos, o que permite que o livro seja muito mais do que folhear, mas se torne também uma experiência. “Febre é a continuação de Vício, obra que se tornou referência entre os jovens. Para a minha surpresa, a aceitação foi imediata. O livro esgotou durante as feiras do livro de Bento Gonçalves e Flores da Cunha, quando fui patrono de ambas. Vício foi o meu projeto mais experimental, mais cru, e realmente deu certo. Quis continuar porque a Febre é o que vem depois de estarmos viciados em um sentimento. A Febre é o dia seguinte, é o corpo expulsando o Vício que já não nos faz bem”.

Febre vai ter cheiro em páginas específicas, um cheiro que o leitor vai poder escolher qual preferir. Além disso, existirão edições especiais, como a versão que virá dentro de uma caixa de madeira repleta de surpresas, e que tornarão a leitura uma experiência multissensorial. Em suas 200 páginas, Febre é repleto de textos e frases que, apesar de tratarem sobre o amor, podem ser lidos sem ordem estabelecida. “O livro não tem paginação. Você pode abrir em qualquer página e talvez ler exatamente algo que esteja precisando, ou algo que já tenha passado. Essa é a ideia”, destaca Pedro. Febre vem acompanhado de uma ‘bula’ personalizada para o livro e contém trechos em espanhol.

Fonte: Assessoria de imprensa / Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here