Morreu no domingo (6), aos 82 anos, a atriz e diretora teatral Camilla Amado. Ela lutava contra um câncer no pâncreas e deixa dois filhos, além de uma linda carreira. Sua última personagem na Globo foi a Tia Candoca, na novela Éramos Seis.

Camilla Amado começou como atriz em 1969, na novela Um Gosto Amargo de Festa. De lá para cá, fez inúmeros personagens e participações no teatro, na TV (Tapas e Beijos, A Casa das Sete Mulheres, Cordel Encantado e Doce de Mãe), e no cinema.

Maitê Proença usou as redes sociais para lamentar a morte da amiga: “Camila, a mais corajosa entre nós, o pensamento livre, independente, único. Lembro de todas as nossas conversas nas madrugadas de Daime, das vezes em que você me ajudou com orientação artística. Muitas lembranças especiais! Siga em PAZ, maravilhosa.”

Helena Ranaldi: “Que triste! Acabo de saber da morte dessa grande artista. Minha querida, nunca esquecerei o lindo trabalho que vc fez comigo de preparação. (…) Uma salva de palmas pra nossa querida Camila!”

Marcos Caruso: “Obrigado, Camila. Pelas aulas dentro e fora de cena. Que meus aplausos somem-se aos de todo o país!”

Eduardo Moscovis: “Camila querida, exemplo e referência de tantas importâncias subjetivas imprescindíveis na formação de um cidadão artista (ou artista cidadão , como queiram ) … Obrigado por tanto.”

Fonte: GSHOW / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here