Lucas de Lucca está na quarta publicação e já arrecadou 30% da meta em duas semanas

O escritor bento gonçalvense Lucas de Lucca, de 21 anos, lançou no final de março uma campanha de financiamento coletivo no Catarse. O foco da do financiamento é viabilizar a publicação do seu novo livro, intitulado “Trilogia das Plumas: A Vingança do Órfão”. “O financiamento coletivo é uma espécie de pré-venda, mas ela é muito mais cooperativa e comunitária, além de me permitir criar cartazes, novos e-books e outros produtos”, explica o autor A campanha fica até junho, mas os primeiros 50 recebem um brinde exclusivo.

Como escritor, de Lucca já publicou os títulos “O Corvo Negro”, “Crônicas dos Três deuses: Nova Rajux” e “A Primeira Profecia”, que juntos somam mais de três mil e quinhentos exemplares vendidos. “Mesmo tendo publicado por uma editora no Nova Rajux, meu trabalho continua muito independente. Cada exemplar entregue foi uma batalha e quero elevar o nível do meu trabalho com esse novo título”, conta ele.

Segundo o escritor, fazer uma campanha no Catarse é algo que queria há muito tempo. “Tenho amigos próximos como o Ian Fraser que levantaram mais de 60 mil nas suas campanhas de livro, apenas com divulgação em suas comunidades. Ele me incentivou muito a fazer pelo site ao invés de uma pré-venda ou lançamento normal, por conseguir produzir amis conteúdo e dar ao público algo superior”, explica. Os apoios no catarse funcionam como uma compra, onde o apoiador recebe após a conclusão do projeto os produtos que escolheu.

A produção do novo título do escritor, novamente, tem produção majoritariamente bento gonçalvense. O capista é Tainan Ferrari, a diagramação fica por conta de Cristian Cechin e o mapista é Márcio Karkling, todos moradores da cidade. “Não é apenas uma questão de valorizar e incentivar o cenário local, é porque eles são os melhores nas suas áreas. Mesmo que a projeção dos três no cenário seja muito diferente eu conheço o melhor de cada um eles e são os melhores pra mim”, elogia de Lucca.

A Vingança do Órfão, uma história recontada
Para quem já conhece o trabalho do escritor é empolgante ver um novo título da Trilogia das Plumas, de qual “O Corvo Negro” é o primeiro volume. Mas o escritor explica que mesmo que seja um novo livro, “A Vingança do Órfão” não é uma continuação. “Quando publiquei O Corvo negro em 2016 comecei a receber vários feedbacks de leitores. Não recebi muitas críticas, mas muita gente queria ver mais daquele personagem, saber mais sobre outras coisas, e não teria espaço para isso na continuação. Aliado a isso, sempre senti o desejo de melhorar o primeiro livro, e por isso decidi fazer uma nova edição do volume um”, explica de Lucca.

Uma nova edição significa que a história é a mesma, mas foram feitas mudanças na estrutura e, segundo o autor, alguns capítulos foram adicionados. “Entre os apontamentos tinham detalhes até coisas enormes, eu acatei as melhores, porque me despertaram a vontade de criar”, complementa. Quem já leu “O Corvo Negro” pode ficar tranquilo que o autor não mudou o que você sabe, mas ele afirma que muitas novidades estão no título.

A sinopse do título mostra que a fantasia pode ser obscura: “O continente fantástico que abriga a Trilogia das Plumas foi devastado por uma guerra entre monstros e humanos. Heróis autoproclamados agarram os tronos, enquanto o povo tenta esquecer seus crimes. Uma fantasia real onde a magia é proibida, mas não a carnificina. Em A Vingança do Órfão não existem mocinhos ou vilões, apenas humanos que fazem o que precisam, e um órfão esperando por sua vingança”.

A Campanha
O site para apoiar o projeto “A Vingança do Órfão” é catarse.me/a_vinganca_do_orfao. Na página você pode ler sobre o livro novo, todas as recompensas e tem também a opinião de leitores em vídeos. “Fiz dois vídeos só para colocar na campanha. O primeiro apresenta o projeto e convida a apoiar, o segundo explica cada uma das recompensas, além de um booktrailer original”, de Lucca criou uma variedade de 16 recompensas.

As opções de apoio vão de R$10, onde o apoiador recebe o nome nos agradecimentos, até valores de patrocínio e participação na criação da história, que começam nos R$500 e podem chegar a R$1.500. Um dos planos de R$1.500, intitulado de “Rei” já foi adquirido. Este plano permite ao apoiador, além de receber todos os brindes, ser um patrocinador, enviando seu logo para fazer parte da obra e material para ser encartado nos exemplares a serem enviados. O valor mais baixo para adquiri um exemplar são R$35, 15 a menos do valor que será vendido o livro após a campanha.

Dentre as recompensas, o escritor revela suas preferências. “Quando estávamos pensando sobre as recompensas não queria algo padrão, barato e que não fizesse diferença. Encontrei então duas opções incríveis. A primeira é um dado de seis lados em formato de poção, e uma medalha de integrante do ninho. Só quem faz parte dos ninhos são os corvos, caçadores de recompensa que existem no universo de A Vingança do Órfão”. Outro destaque são os títulos, de Conde e Duque. Quem adquirir a única opção de título, além de ser chamado assim, poderá escolher, respectivamente, o nome de uma vila e de uma cidade para ser usado no livro e nos mapas.

Serviço:
O quê: Financiamento coletivo de A Vingança do Órfão
Quando: Até dia 20 de junho
Onde: catarse.me/a_vinganca_do_orfao
Quanto: a partir de R$10

Fonte: Lucas de Lucca / Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here