Imagem: Augusto Tomasi

A conexão do homem com a terra é a filosofia de vida e de trabalho de Rodrigo Bellora. Há aproximadamente 12 anos, ele vem desenvolvendo e executando uma relação mais orgânica e justa com a agricultura e nos pratos, iguarias e outros produtos alimentícios oferecidos nos seus estabelecimentos. Agora, ele evoca esta trajetória na mostra fotográfica “Cozinha de Natureza” que será aberta nesta quinta-feira (02), momento em que ocorre a vernissage às 19h, na Fundação Casa das Artes de Bento Gonçalves, seguida de uma palestra abordando o tema. A visitação ficará aberta até 20 de dezembro.

A mostra conta com 30 fotos que formam uma reflexão de valorização do que está na base do Slow Food: a relação do agricultor, o plantio e os produtos orgânicos. Foram selecionados 12 produtores rurais da região como do Vale dos Vinhedos, Desvio Blauth, Santa Tereza, Carlos Barbosa, entre outros locais, que demonstram como o conceito evidencia uma relação mais qualitativa e nutritiva, além de ser sustentável.

Bellora comenta que é preciso mostrar como funciona essa rede de práticas culturais, de como esse conhecimento é vinculado, até chegar ao prato do consumidor, além de incentivar as próximas gerações a prosseguir com esta cultura. “O projeto tem este intuito de expandir os holofotes para o agricultor. Muitas vezes o chef de cozinha fica ganhando todas as estrelinhas, mas, na verdade, tudo isso começa na roça. Não é um trabalho de um ano, de dois anos, mas de gerações que cuidam da terra”, explica.

A exposição “Cozinha de Natureza” tem como fotógrafo Augusto Tomasi e curadoria de Jovani Bortoncello. O projeto foi contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura.

Serviço
O que: vernissage e palestra “Cozinha de natureza”, de Rodrigo Bellora, fotos de Augusto Tomasi e curadoria de Jovani Bortoncello
Quando: 02 de dezembro
Horário: 19h
Local: Fundação Casa das Artes de Bento Gonçalves – Rua Herny Hugo Dreher, 127, bairro Planalto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here