Covid-19: Saiba como cada vacina atua no organismo e como saber se realmente está imune

0

Atualmente o Brasil conta com três tipos de imunizantes contra covid-19, a vacina Coronavac, a Astrazeneca e a Pfizer. Desde o início da vacinação, muitas pessoas demonstraram dúvidas sobre o funcionamento dessas vacinas e como elas atuam no nosso organismo.

Para esclarecer algumas dessas dúvidas, a reportagem do Portal Olá Serra Gaúcha conversou com o biomédico do Laboratório Microlab, Daniel dos Reis.

“A vacina da Astrazeneca é produzida com um tipo de adenovírus modificado que carrega um pedaço do material genético do coronavírus. Isso faz com que as células do corpo passem a produzir os anticorpos, fazendo com que o organismo crie uma barreira, impedindo que o novo coronavírus entre nas células, impedindo também que ele cause estragos e se multiplique no organismo”, explica.

De acordo com o especialista, a Coronavac, que foi a primeira vacina disponibilizada no país, é produzida com o próprio vírus, porém de uma forma inativada, fazendo com que ele não consiga se multiplicar no organismo. Dessa forma, a única função do vírus é ativar o sistema imunológico para que ele produza anticorpos e se defenda.

“E a última vacina aprovada no Brasil é a da Pfizer, onde a produção é feita através de um RNA mensageiro. Esse RNA é um RNA sintético que vai passar instruções para o organismo para a produção de algumas proteínas que são encontradas na superfície do coronavírus. Uma vez produzidas essas proteínas no organismo, ele vai estimular o sistema imune a produzir os anticorpos pra fornecer a proteção necessária para combater o vírus”, esclarece.

O biomédico ainda ressalta que todas as vacinas oferecidas no Brasil atualmente precisam de duas doses para oferecer uma proteção completa. Portanto, ninguém está imunizado com apenas uma dose de qualquer vacina.

Como saber se a vacina fez efeito?

E para aqueles que já tomaram as duas doses e estão completamente imunizados contra o coronavírus, fica a dúvida, ‘será que realmente estou com anticorpos?’

Para aqueles que se enquadram nesse grupo, o Laboratório Microlab oferece um teste especial que detecta o nível de anticorpos no organismo. Atualmente aprovado pela Anvisa, FDA, teste de Anticorpos Neutralizantes, avalia se o organismo já entrou em contato alguma vez com o novo coronavírus e se apresenta resposta imunológica, diferente do teste RT-PCR salivar, ou em swab nasal ou o teste de antígeno que analisa infecção viral ativa.

“O teste para avaliação pós-vacina consiste em detectar os anticorpos que são produzidos após a vacinação. Esse teste deve ser feito após 15 dias da segunda dose da vacina e ele vai mostrar se o organismo produziu ou não os anticorpos com a exposição gerada pela vacina, mostrando assim a capacidade desses anticorpos neutralizarem o vírus da covid-19”, explica o biomédico.

O teste é feito por meio de uma amostra de sangue coletada do paciente, que permite a detecção dos anticorpos. Vale ressaltar também que nem todos os anticorpos conferem imunidade à doença, por isso os resultados do teste são explicados meticulosamente pelos profissionais de saúde do laboratório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here