Cortar cebola é uma das técnicas usadas nas novelas e filmes para que os atores e atrizes chorem em cenas tristes e emocionantes. Mas na vida real, na nossa cozinha, chorar por causa de uma cebola, não é tão legal assim. Ela arde nossos olhos desde o primeiro corte e temos dificuldade em até terminar de picar a cebola. Por isso, nada mais simples que alguns técnicas para que nosso sofrimento na hora de cozinhar tenha seu fim.

1. Use faca afiada
Temos tendência a chorar ao cortar as cebolas, pois ao utilizar facas, quebramos ou esmagamos as enzimas presentes na cebola. Por isso, usar uma faca bem afiada pode ajudar a diminuir a liberação das enzimas.

2. Coloque as cebolas no freezer antes de cortá-las.
Outra técnica para liberar menos enzimas e (chorar menos) é deixar as cebolas por um período entre 10 e 15 minutos no congelador, antes de cortá-las. Não se preocupe: o sabor da cebola não será alterado. Se preferir, pode também colocá-las na geladeira por 20 minutos antes de cortá-las. Mas não deixe as cebolas perto das maças ou batatas pois estas irão absorver seu odor.

4. Umidade (corrente quente ou nuvem de vapor)
Se estiver esquentando a água na chaleira ou cozinhando na sua panela de pressão, coloque as cebolas bem próximo deste vapor. Esse será um bom momento para cortá-las. A explicação é simples: o vapor da água quente vai atrair o vapor da cebola e em seguida, serão dissipados.

Dicas
Qual tipo de cebola? Cebolas doces, como Vidálias, geram menos choro. Considere usá-las.
Vinagre: ao colocar o vinagre na sua tábua de corte, seu ácido irá desnaturado.
Água salgada: ao deixar a cebola de molho, dê preferência a água salgada. Por ser uma solução iônica, ela também vai desnaturar a enzima da cebola. Lembrando que esse processo deixará a cebola mais salgada, claro.

3. Deixe a cebola de molho na água
Antes de cortar as cebolas, deixe-as de molho. A enzima é desnaturada pelo limite entre ar e água. A desvantagem desse método é que a cebola vai perder um pouco seu sabor e ela também será mais escorregadia, dificultando o corte. Mas também é uma dica que vale a pena tentar.

Fonte: Petitchef / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here