O grupo caxiense Cirandeira da Cultura Popular, cujo trabalho transita pelas vertentes brasileiras da dança, participa da gravação de uma videodança e um documentário em curta-metragem.

Eles integram o projeto VIDEODANÇA RS, realizado pela MOOV.art, produtora de vídeo especializada em dança do diretor Fernando Muniz, através do Edital de Concurso Produções Culturais – SEDAC-RS nº 09/2020, da Lei nº 14.017/2020, a Lei Aldir Blanc. O set para as gravações são cartões postais da cidade como o Monumento ao Imigrante, a Estação F&e acute;rrea e a Casa de Pedra.

Coordenado pela dançarina e pesquisadora Vanessa Carraro, o Cirandeira da Cultura Popular é um projeto que proporciona vivências de percussão e dança das manifestações populares brasileiras, valorizando os diferentes saberes, trabalhando os movimentos do corpo como papel social, cultural e político, por meio das manifestações das danças afro-brasileiras e chegando a mais de 200 pessoas da comunidade e da rede escolar.

O grupo caxiense é um dos seis escolhidos pelo diretor Fernando Muniz, da MOOV.art, para mostrar coletivos e grupos que trabalham com dança e ativismo social e atuam de forma independente. Caxias é a cidade que abre a série das gravações do projeto. Além dos videodanças, também será produzido um documentário em curta-metragem de cada grupo contando sua trajetória e os desafios de se manter em atividade nas suas regiões e no contexto da dança gaúcha.

Também integram o projeto os grupos de Dança Giro Livre, de Santana do Livramento; Grupo Lado B da Rua, da ONG Parceiros do Bem, de Santo Ângelo; a Royale Escola de Dança e Integração Social, de Santa Maria; o Rua em Cena, de Pelotas; e a FlashBlack Cia de Dança, de Porto Alegre. Estas formações têm intérpretes e trajetórias ligados às questões LGBTBQI+, que transitam pela dança contemporânea, o ballet clássico, as danças afro-populares e as danças urbanas.

Reforçando um dos principais objetivos da Lei de Emergência Cultural, o VIDEODANÇA RS mobilizará, de forma remunerada, cerca de 80 pessoas, entre bailarinos, coreógrafos, costureiras, produtores locais, produtor de trilha sonora e equipe de realização audiovisual. O projeto também prevê cachê de R$ 10 mil para cada formação e contratação de profissionais de produção e figurino em cada região, gerando renda e fortalecendo a economia criativa dos lugares por onde passar.

Todo o material audiovisual e os documentários ganharão visibilidade em diferentes plataformas e mídias de comunicação, apostando na habilidade da videodança em explorar o hibridismo, a diversidade e as instâncias estéticas que mesclam, de maneira fluida, elementos do audiovisual e da dança. As gravações estão sendo feitas em grupos reduzidos, seguindo rigorosos protocolos sanitários devido à Covid 19.

MOOV.art
A MOOV.art é uma produtora de vídeo especializada em dança dirigida pelo realizador audiovisual Fernando Muniz, que é formado em Produção Audiovisual e Cinema, e também é bailarino, e já assinou produções como a série de videodança “5, 6, 7, OCTO!”, veiculada no extinto canal OCTO, pelo qual recebeu o Destaque Imprensa do Prêmio Açorianos de Dança 2016. A produtora foca seu conhecimento técnico e expertise na produção de conteúdos audiovisuais que promovem diálogos com escolas, professores, bailarinos e coreógrafos, evidenciando suas criações e processos artí ;sticos. Em 2018 recebeu o Prêmio Açorianos na categoria Novas Mídias pelo videodança “Um Olhar Através de”, realizado com a Transforma Cia de Dança, seguindo na produção de videodança, teasers e gravação de espetáculos de diversos grupos do Rio Grande do Sul. No segundo semestre de 2020, durante a pandemia do Corona vírus, começou um trabalho pioneiro com grupos e escolas de dança para a gravação de espetáculos em formato de videodança, produzindo diversos médias e longa metragens de dança.

Equipe técnica
Direção Geral: Fernando Muniz
Produção Executiva: Luka Ibarra
Direção de Fotografia: Marcus Vinícius Mesquita Godoy
Trilha Sonora Original: Driko Oliveira
Realização: MOOV.art

Este projeto foi contemplado no Edital de Concurso Produções Culturais – SEDAC –RS nº 09/2020 – Com recursos da Lei nº 14.017/2020

Fonte: Assessoria de Imprensa / Foto: Divulgação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here