Imagem: Felipe de Vargas

Muitas pessoas foram às redes sociais publicar imagens do céu avermelhado que surgiu em Porto Alegre e em outras regiões do estado, como a Serra Gaúcha, durante o final da tarde da última terça (01). Ocorre que a coloração é resultado da erupção ocorrida no arquipélago de Tonga, no Pacífico sul, durante o início do mês de janeiro. O efeito já era avistado há dias nas regiões sudeste do país e, no último pôr do sol, chegou ao Rio Grande do Sul.

Imagem: Marcos Sabei

A erupção, considerada a maior dos últimos 30 anos, devastou o arquipélago de Tonga e teve imagens da explosão captadas por satélites. De acordo com cientistas, o evento liberou 400 mil toneladas de dióxido de enxofre na atmosfera e, posteriormente, as cinzas atingiram a estratosfera. Estes resíduos viajaram mais de 15 mil quilômetros até chegarem o céu gaúcho.

Na atmosfera, os materiais ejetados pelo vulcão sofreram alterações químicas e criaram o aspecto avermelhado, amarelado ou ainda alaranjado. Isso se deu pois com as mudanças, as substâncias depositaram-se em camadas mais baixas da própria atmosfera. Esses aerossóis que se formaram são os responsáveis por criar um céu tão diferente do habitual.

O fenômeno deve ocorrer novamente no entardecer desta quarta-feira (02) em diversos pontos do sul do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here