Não é novidade que as frutas são excelentes aliados para quem quer emagrecer sem deixar de lado uma alimentação balanceada e saudável. Além de fornecerem nutrientes importantes para nosso corpo, as frutas ajudam a matar a fome entre as refeições.

O pêssego é uma fruta excelente para compor um cardápio rico em nutrientes essenciais para nosso organismo, como vitaminas, minerais e antioxidantes. Vamos falar abaixo sobre os benefícios do pêssego, suas propriedades para a saúde e para que serve em uma dieta.

Que fruta é essa?
Fruta típica do verão, não é por acaso que está sempre presente nas festas de fim de ano. Mais abundante durante os meses de outubro, novembro e dezembro, o pêssego é mais barato nesta época, mas pode ser encontrado durante todo o ano.

Originário da China, o pêssego é uma fruta popular ao redor do mundo não só pelo seu sabor adocicado e suave, mas também por suas propriedades nutritivas. Rico em potássio e cálcio, os benefícios do pêssego vão muito além de auxiliar na perda de peso.

Algumas propriedades do pêssego:
Abundante em vitaminas A, C e do complexo B, o pêssego possui altos níveis de antioxidantes e é conhecido por fortalecer o sistema imunológico. É também um ótimo aliado para quem quer emagrecer, pois atua como diurético natural no nosso organismo.

Frutas com nível de água elevado em sua composição promovem maior saciedade a quem as come. É o caso do pêssego, que combina seu alto teor de água com um gosto adocicado que, em conjunto, fornecem uma sensação ainda maior de satisfação logo após ser ingerido, sendo esse um dos importantes benefícios do pêssego para a boa forma.

Sua casca, fina e aveludada, concentra a maior parte das fibras e nutrientes do pêssego, por isso é importante não descascá-lo antes de comer, atentando-se sempre para uma lavagem adequada da fruta.

Valores nutricionais do pêssego (valores para 100 gramas da fruta):
40 calorias;
9,5 gramas de carboidratos;
0,9 gramas de proteína;
0,2 gramas de gordura;
1,5 gramas de fibra;
0 colesterol.

Para que serve o pêssego em dietas?
Além de dar saciedade, o pêssego possui propriedades que ajudam na perda de peso. Seu elevado teor de fibras aliado a suas baixas calorias e quase nada de gordura fazem desta fruta uma ótima opção para matar aquela vontade de doce depois de comer. Muito além de um lanchinho simples entre as refeições, o pêssego pode ser consumido em diferentes receitas, como em saladas, em wraps recheados com frango ou atum, com queijo cottage light, com iogurte e até em forma de mousse light. Vale lembrar que o suco de fruta pode parecer uma boa opção para quem quer emagrecer consumindo produtos naturais, mas na verdade engorda mais do que comer a fruta em si. Sua versão em caldas, apesar de muito popular, não é recomendada para quem tem o objetivo de emagrecer, já que este produto contém altos índices de açúcar em sua composição.

Benefícios do pêssego:

1. Ajuda na prevenção do câncer e outras doenças crônicas
Muitos especialistas afirmam que o alto teor de antioxidantes do pêssego ajuda a combater a formação de radicais livres que possam causar alguns tipos de câncer. Os ácidos clorogênico e neoclorogênico, tipos de antioxidantes encontrados no pêssego, estão presentes na casca e na polpa, e funcionam como inibidores de radicais livres, que além do câncer podem favorecer doenças crônicas como o Alzheimer. Assim, podemos dizer que o pêssego tem propriedades que evitam a incidência destas doenças.

2. Controle do diabetes
Alguns tipos de antioxidantes, como é o caso dos fitoquímicos presentes no pêssego, são considerados importantes aliados no controle do diabetes e da obesidade. É válido alertar que o pêssego em caldas não é recomendado para diabéticos, pois contém adição de açúcar em sua composição. Entretanto, o pêssego natural contém baixo índice glicêmico que, aliado com as vitaminas e minerais contidos na fruta, são responsáveis por benefícios do pêssego no controle da diabetes.

3. Saúde dos olhos
Uma pesquisa realizada por médicos da Harvard indicou que o consumo de ao menos três porções de frutas frescas por dia pode diminuir os riscos de degeneração macular relacionada à idade. O pêssego, além de ajudar nesse aspecto, contém betacaroteno, composto que aparece em pesquisas recentes associado à redução de catarata, outra grave doença ocular.

4. Sistema cardiovascular
De acordo com o médico Mark Houston, professor da Venderbilt Medical School, a fibra, o potássio e a vitamina C presentes nos pêssegos colaboram com a boa saúde do sistema cardiovascular. Seu estudo aponta que quem consome mais de 4000 mg de potássio por dia tem 49% menos chances de morrer de doenças do coração. Além disso, o pêssego é rico em outros compostos importantes para a saúde do coração: o ferro e vitamina K. Esta última protege o coração de doenças cardíacas impedindo a coagulação do sangue, enquanto o ferro é essencial para manter o sangue saudável.

5. Sistema nervoso
O sistema nervoso é beneficiado pelo magnésio contido no pêssego, que ajuda a prevenir estresse e ansiedade. Uma pesquisa feita por estudiosos do Texas aponta resultados positivos em pacientes com depressão que seguiram uma dieta rica em magnésio. Com quase 5 miligramas de magnésio em 50 gramas da fruta, é possível dizer que o pêssego tem poder de ajudar na recuperação de pessoas que sofrem de depressão.

6. Contra constipação
Assim como a ameixa, um dos benefícios do pêssego é ajudar no bom funcionamento do intestino por conta de suas propriedades laxantes. Nosso organismo precisa de uma grande quantidade de fibras e água para que o sistema digestivo funcione bem, e o pêssego é bastante rico em ambos. É importante consumir o pêssego sem descascar, pois a maior parte da fibra está concentrada na casca.

7. Rins e fígado
Por seu efeito diurético, mais um dos benefícios do pêssego é a redução de doenças dos rins, fígado e bexiga, sendo um ótimo aliado na manutenção da boa função renal. Na China é muito comum usar o chá de pêssego como remédio natural contra problemas renais. O pêssego também é conhecido pelo seu poder desintoxicante, ajudando a eliminar toxinas dos rins e fígado. Não é sem razão que há uma infinidade de produtos como chás desintoxicantes compostos com extratos de pêssego e que são amplamente consumidos em todo o mundo.

8. Pele e cabelos mais bonitos
Fonte de zinco, o pêssego tem propriedades antienvelhecimento, pois este composto é conhecido pelo aumento de anticorpos que inibem o dano celular causado por radicais livres. A vitamina C contida no pêssego também é um fator que ajuda na redução de aparição de rugas, por isso é um produto muito utilizado na fabricação de cosméticos para o rosto. A expressão “pele de pêssego” nunca fez tanto sentido! Além disso, especialistas afirmam que os nutrientes e antioxidantes contidos no pêssego podem evitar a queda de cabelo, além ajudar no crescimento das madeixas.

9. Ossos e dentes saudáveis
O fósforo e o cálcio contidos no pêssego ajudam dentes e ossos a ficarem mais fortes, além de serem preventivos de doenças como a descalcificação, que pode causar osteoporose. Também podemos salientar que os minerais encontrados no pêssego, como ferro e flúor, são muito benéficos na prevenção de cáries e outros problemas dentais.

10. Perda de peso
Poucas calorias, quase zero de gordura e muita água em sua composição fazem do pêssego um ótimo aliado na perda de peso. Comer pêssego e outras frutas ricas em fibras entre as refeições é uma maneira inteligente de saciar sua fome sem deixar o sabor de lado.

Dicas
Por ser uma fruta delicada, suculenta e de casca fina, é recorrente o uso de agrotóxicos fortes na produção do pêssego. Por isso, o ideal é procurar ingerir pêssegos orgânicos, que além de serem livres de toxinas são muito mais saborosos. Na impossibilidade de consumir um produto orgânico, é importante lavar bem a fruta antes do consumo. Também por sua delicadeza, o pêssego requer ser armazenado na geladeira. Pêssegos em calda, apesar de serem mais duráveis, não são recomendados para quem quer perder peso, pois qualquer alimento em calda possui alta adição de açúcar. Se o seu foco é o emagrecimento, é importante manter uma dieta balanceada e rica em nutrientes diversos, além do consumo de água e da prática de exercício físico.

 

Fonte: Mundoboaforma / Foto: Reprodução Internet

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here