Tendência entre os “plant parents”, as mini plantas e mini jardins, estão dominando a serra gaúcha. Além de pequenas, elas são lindas e mais fáceis de manuseá-las. Outra grande vantagem é que, por serem de pequeno porte, podem ser adaptados em muitos lugares, o que anima aqueles que moram em apartamentos e sempre se desdobram pela falta de espaço. Outro motivo de procura é que para iniciantes elas se tornam mais fáceis de cuidar.

A história dos jardins é retratada desde o início dos tempos sagrados. Em Gênesis I e II um parque foi descrito como “que Deus plantou e onde se cultivavam árvores de todas as espécies, agradáveis para se contemplar e alimentar”, diante disso, as árvores passaram a ser um símbolo de fertilidade, vitalidade e alimento. Quando o assunto são plantas pequenas, as suculentas, os cactos e as samambaias são as mais procuradas pela facilidade de criá-las em diversos tipos de recipientes.

A Eliane Berthes Pastori, proprietária da Spazio Pastori Garden, em Farroupilha, nos contou um pouco mais sobre esta preferência que acometeu as pessoas, principalmente depois da chegada da pandemia:

“A Pandemia aflorou mais esse lado de jardineiro nas pessoas,  que tinham vontade de fazer mas não tinham tempo, a pandemia deu esse tempo para as pessoas. Os cactos e as suculentas são as plantas que geralmente são usadas para este tipo de jardim, outras variedades também podem ser utilizadas pois vai muito da harmonização. Essas plantas conseguem se adaptam com qualquer quantidade de terra que se for colocar”.

Embora possa parecer difícil montar o seu próprio jardim, Eliane ressalta que é possível mas é preciso ter as informações corretas na hora de fazê-lo.

“Tem plantas que gostam de ficar dentro de casa e outras do sol diretamente, aí elas crescem muito. Então, quando as pessoas chegam aqui, eu já oriento a levar aquelas que se adaptam melhor dentro da casa da pessoa, também apresento um mix de plantas e depois mostro como ela pode fazer seu próprio jardim”

A seguir, ela apresenta algumas dicas de como montar e cuidar de um jardim dentro de casa:

“As suculentas você pode ter até em rolhas, mas o principal é drenar. Após escolher o vaso, coloca as pedrinhas no fundo dele, para quando molhar demais essas pedrinhas vão fazer com que a água escorra”.

“Para as suculentas, o vaso pode ser furado ou não, pois podem ser plantadas até em uma xícara. Ele não precisa ser furado porque com as pedrinhas, em caso de excesso de água, ela vai ficar ali, por isso a importância da drenagem, se por acaso essa drenagem não for feita a planta vai ficar encharcada e irá apodrecer”.

Você pode cultivar cada suculenta em seu próprio vaso e criar uma composição com diferentes alturas, cores e materiais. Para o acabamento podem ser usados pedriscos para esconder a terra.

“Na escolha das plantas, elas também podem ficar juntas no mesmo vaso, os cactos, as suculentas, fica lindo. A mistura das suculentas dá um resultado bem interessante, opções não faltam, tem as rasteirinhas, as pendentes, que podem variar e deixar seu jardim bem estiloso. Usando uma terrinha boa, bem drenada, pode até colocar um pouco de areia e nunca usar casca no acabamento, e aí finaliza com enfeites”

É importante também ressaltar os cuidados que devem ser tomados na manutenção das plantas:

“Como as suculentas se desenvolvem conforme a quantidade de terra que ela tem, às vezes ela demora muito para crescer e então, quando crescer demais, a pessoa tem que fazer uma poda para ela ficar do mesmo tamanho”

Sobre os cuidados, Eliane, recomenda.

“Para cuidar é muito fácil, vai pouca água, basta borrifar de 15 em 15 dias. No inverno vai menos água, no verão vai mais”

Com tanta informação, garanto que você também ficou com vontade de criar o seu próprio jardim!

Caso queira conhecer um pouco do trabalho do Spazio Pastori Garden, ou ainda comprar seu mini jardim pronto, a floricultura fica na Av. Barão Rio Branco, 61, em Farroupilha. Para quem estiver visitando o Entrai em Nova Milano, há um espaço da Spazio Pastori com venda das flores durante todo no evento. Informações no instagram @spaziopastorigarden.

Fotos: Eliane Berthes Pastori

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here