Imagem: Kalvelage/Divulgação

Conhecida em todo Brasil, a Kalvelage Distillery é vencedora de dezenas de prêmios internacionais e completou dez anos de história em 2022. Iniciativa de dois irmãos, e agora tocada por quatro sócios, a empresa visa novos desafios e já pretende entrar no mercado de exportação.

Com a fábrica em Blumenau, onde possuem a capacidade de produzir cerca de 200 mil litros de bebidas destiladas por mês, a Kalvelage tem atualmente quatro rótulos no mercado: Vodka Kalvelage, Vodka Kalvelage Oak, Vodka Kalvelage Vibe e London Dry Gin. São, portanto, três tipos de vodca e um gim, vendidos para todo o Brasil, tendo como principal mercado o Sul e Sudeste.

O empresário Marcos Kalvelage explica que, como todo início de empresa, a Kalvelage também teve algumas dificuldades. A principal foi vencer a barreira do preconceito com uma bebida premium nacional. “As pessoas não acreditam que possa existir uma vodka de qualidade produzida no Brasil. Com os prêmios internacionais que conquistamos (um nos Estados Unidos e outro em Hong Kong, na China), os brasileiros começaram a prestar mais atenção no nosso produto”, avalia Marcos.

Impulsionando o número da pesquisa também está o Estúdio Elaiá, idealizado pelo empreendedor Bruno Hansen. A inovação no ramo da moda, com estampas que remetem e valorizam a cultura brasileira, é o diferencial da empresa criada em outubro de 2014. “Não existia um estúdio focado em estampas aqui e as marcas acabavam comprando os desenhos de fora. Mas o consumidor brasileiro tem um comportamento único e vimos nisso uma oportunidade de negócio”, comenta Bruno.

Sobre a Kalvelage
Criada em 2012, a empresa surgiu de forma artesanal pelos irmãos Marcos e Maurício Kalvelage. Apreciadores de vodca, gim e uísque, os dois começaram a produzir bebidas como hobbie, após realizarem diversos cursos, visitas e pesquisas sobre o mundo dos destilados. Vodka premium de cereais produzida em Botuverá (SC), a Kalvelage mantém o escritório em Blumenau (SC). A Vodka Kalvelage foi a única brasileira premiada no San Francisco World Spirits Competition 2014 e a única das Américas a receber medalha no Hong Kong International Wine and Spirits Competition 2014.

Imagem: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here