O trabalho dos agricultores e a devoção por Nossa Senhora de Caravaggio serão celebrados nesta quarta-feira (2) na 122ª edição da Romaria Votiva de Nossa Senhora de Caravaggio, que ocorre no Santuário de Farroupilha. É hora de agradecer pelos frutos colhidos e pedir proteção para o trabalho e, sobretudo, à natureza.

A festa que ocorre há mais de um século é fundamental para lembrar o cuidado com a vida e o meio ambiente. A programação iniciou ainda no dia 24 de janeiro com celebrações que envolveram diversas comunidades de Pinto Bandeira, Nova Roma do Sul, Caxias do Sul e Farroupilha.

Nesta quarta, a programação contempla missas, récita do terço e a tão aguardada bênção das máquinas agrícolas. “Viver a vocação de guardiões da obra de Deus” é o lema desta edição, ao parafrasear Papa Francisco na encíclica Laudato Si’, em que descreve: “Viver a vocação de guardiões da obra de Deus não é algo de opcional nem um aspecto secundário da existência cristã, mas parte essencial de uma existência virtuosa” (Laudato Si’, n. 217).

Desta forma, o lema traz a reflexão de nos lembrar que é preciso um novo modo de nos relacionarmos com a Criação, sem enxergar a cultura do consumo como prioridade e, sim, os cuidados com a Terra e com as questões ambientais.

Participaram da programação as paróquias de Nossa Senhora do Rosário (Pinto Bandeira), Paróquia São Pedro e São Paulo (Nova Roma do Sul), Paróquia Santo Antônio (Forqueta, Caxias do Sul), Paróquia São Marcos (Farroupilha), Paróquia Santa Cruz (Nova Milano), Paróquia Nossa Senhora de Caravaggio (Farroupilha), Paróquia Jesus Ressuscitado (Farroupilha), Paróquia Jesus Bom Pastor (Farroupilha) e Paróquia Sagrado Coração (Farroupilha).

Em cada celebração, as paróquias demonstraram emoção, entrega e devoção. Os líderes de cada comunidade levaram até o altar símbolos representando suas localidades, juntamente com cestas de frutas, resultado do trabalho árduo dos agricultores de cada paróquia.

A HISTÓRIA
No final do século XIX, Farroupilha e região enfrentaram uma grande estiagem. Já eram cerca de seis meses que não chovia. No dia 2 de fevereiro de 1899, realizou-se uma procissão para implorar a graça da chuva. Agricultores de várias comunidades vizinhas se dirigiram à Caravaggio a pé em uma caminhada de oração e penitência para suplicar a intercessão de Nossa Senhora.

No mesmo dia, ocorreu uma chuva torrencial, que marcou profundamente o povo de toda a região. A chuva foi recebida como uma graça extraordinária. O padre e os paroquianos emitiram o voto de ser feita todos os anos, em fevereiro, uma festa de agradecimento a Nossa Senhora pela graça da chuva. É assim denominada a festa ou romaria votiva, que ocorre anualmente no dia 2 de fevereiro.

A PROGRAMAÇÃO
2 de fevereiro, quarta-feira
9h30min – Santa Missa Solene com bênção às máquinas agrícolas
15h – Santa Missa
17h – Santa Missa
18h – Terço

Fonte: Assessoria de Imprensa / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here