“X-Men: Fênix Negra” estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira em tom de despedida. Dirigido por Simon Kinberg, o sétimo filme da franquia traz a história da evolução da mutante Jean Grey (Sophie Turner) para a icônica Fênix Negra.

Fênix Negra representa o fim do ciclo de X-Men com a 21st Century Fox, comprada pela Disney em um valor estimado em 71 bilhões de dólares. Apesar da franquia ter sido levada para o mesmo estúdio do MCU, o Universo Marvel, não há informações sobre o que vai acontecer com os mutantes na Disney. Principalmente pela própria empresa ter anunciado o cancelamento de diversas produções que estavam em andamento.

Para registro, a Fox deixa de ser um estúdio independente, o que diminuiu o número de grandes estúdios de Hollywood para cinco: Disney, Warner Bros., Sony, Universal e Paramount.  Ao fim da saga, a Fox divulgou um vídeo em que faz uma retrospectiva de todos os filmes lançados desde 2000.

Sinopse: 1992. Os X-Men são considerados heróis nacionais e o professor Charles Xavier (James McAvoy) agora dispõe de contato direto com o presidente dos Estados Unidos. Quando uma missão espacial enfrenta problemas, o governo convoca a equipe mutante para ajudá-lo. Liderado por Mística (Jennifer Lawrence), os X-Men partem rumo ao espaço em uma equipe composta por Fera (Nicholas Hoult), Jean Grey (Sophie Turner), Ciclope (Tye Sheridan), Tempestade (Alexandra Shipp), Mercúrio (Evan Peters) e Noturno (Kodi Smit-McPhee). Ao tentar resgatar o comandante da missão, Jean Grey fica presa no ônibus espacial e é atingida por uma poderosa força cósmica, que acaba absorvida em seu corpo. Após ser resgatada e retornar à Terra, aos poucos ela percebe que há algo bem estranho dentro de si, o que desperta lembranças de um passado sombrio e, também, o interesse de seres extra-terrestres.

Fonte: CorreiodoPovo / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here