A mulher que acusa Neymar, 27 anos, de tê-la estuprado em Paris possui imagens e documentos que não constam do boletim de ocorrência registrado na última sexta-feira.

O UOL Esporte apurou que parte das provas já foi entregue à Polícia Civil de São Paulo. As investigações correm protegidas por segredo Justiça. Segundo fontes que tiveram acesso às imagens, elas mostram o jogador agindo de forma agressiva antes do momento do suposto crime.

A autora da acusação afirmou à polícia que Neymar a encontrou visivelmente alterado no dia 15 de maio, em um hotel e Paris, e teria mantido relações sexuais sem seu consentimento.

O caso tomou conta do noticiário durante a preparação da seleção brasileira para a Copa América, na Granja Comary. A denúncia foi revelada pela reportagem neste sábado.

A mulher, brasileira, afirma que viajou a Paris a convite de Neymar, onde teria passado dois dias e sido estuprada pelo jogador. Segundo ela, um assessor do atleta teria pago as despesas da viagem e cuidado da logística. Na noite de sábado para domingo, Neymar foi às redes sociais para se defender e falou que foi vítima de uma armadilha, repetindo a versão dada por seu pai na noite anterior à TV Bandeirantes.

No vídeo exibido por Neymar, além de mensagens trocadas pelo aplicativo Whatsapp, foram expostas diversas fotos íntimas da mulher que o acusa de estupro.

Por causa da exposição, o jogador passou a ser investigado por vazamento de fotos íntimas. O caso será apurado pela Delegacia de Repressão de Crimes de Informática. Ontem, a 110ª DP, de Teresópolis, enviou policiais à Granja Comary para colher informações. Os policiais foram recebidos pelo chefe de segurança e pelo administrador da Granja e ouviram que o atleta se reapresentaria mais tarde. Pouco depois, o atacante desembarcou na concentração em seu helicóptero ao lado de Thiago Silva, Daniel Alves e Arthur. Em São Paulo, assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de SP informou que a situação das fotos será apurada junto com o inquérito que investiga o estupro. Como ele corre em sigilo, o órgão não vai se manifestar sobre esta parte da investigação no momento.

Fonte: EsporteUol / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here