Indicada ao Grammy pela primeira vez, na categoria “Artista Revelação”, a cantora Bebe Rexha desabafou, na última segunda-feira (21), por meio de um vídeo em seu perfil do Instagram, sobre o fato de alguns estilistas simplesmente não aceitarem vesti-la para a premiação deste ano. O motivo? É que, segundo eles, Bebe seria considerada “grande demais” para usar uma de suas criações de tapete vermelho.

No post, a cantora conta que diferentes marcas negaram o pedido de sua assessoria para vesti-la. Ela explica, ainda, que é bem comum que as artistas peçam para os estilistas criarem looks exclusivos para elas, principalmente em premiações grandiosas como o Grammy. O contrário também rola e o esquema acaba sendo dos mais vantajosos, tanto para a celebridade quanto para o designer em questão, já que as peças atraem bastante a atenção do público e da mídia.

“Me desculpem, mas eu tive que tirar isso do meu peito. Se você não gosta do meu estilo ou do meu tipo de música é uma coisa. Mas não diga que você não pode vestir alguém que não usa um tamanho ‘de passarela’. Empodere as mulheres para que elas amem seus corpos, em vez de diminuí-las por conta dos tamanhos que elas usam. Nós somos lindas em qualquer tamanho! Pequenas ou grandes! E minha bunda tamanho 8 [equivalente a um 42 no brasil] ainda vai ao Grammy #AMESEUCORPO”, diz a legenda, em tradução livre.

Apesar de alguns avanços na indústria da moda, de maneira geral ela ainda é bastante gordofóbica, e Bebe não foi a primeira celebridade a passar por situações desse tipo. Em 2017, a modelo Ashley Graham acabou desistindo de ir ao Baile do MET, já que não encontrou nenhum estilista disposto a vesti-la na ocasião.

Fonte: M e Mulher/ Foto: Andrew Lipovsky/NBC/NBCU Photobank/Getty Images

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here