De forma conjunta, Garibaldi planeja um carnaval com a cara da cidade. Idealizado pelo Poder Público, diversas entidades e voluntários, o evento será realizado no dia 23 de fevereiro, uma semana antes da comemoração oficial, a partir das 17h, na Rua Buarque de Macedo e imediações.

O público acompanhará o Bloco do Bepi, que deseja reunir simpatizantes em clima festivo. Em movimento, o grupo tocará as tradicionais marchinhas de carnaval. A concentração e saída do Bloco será no Banco Bradesco e o trajeto contemplará a centenária Rua Buarque de Macedo e suas imediações. O nome Bepi brinca com o apelido de Giuseppe em talian – dialeto que veio com os imigrantes italianos – além de lembrar a figura de Giuseppe Garibaldi, que dá nome à cidade, e de tantos Josés que fizeram história na cidade. A identidade visual do personagem foi desenvolvida pelo jornalista e cartunista Eliseu Demari, com a contribuição do designer Renan Boeira na elaboração de camisetas como abadás.

O Bloco reforça que não será um desfile apenas para assistir, mas um convite para acompanhar e se divertir. A comissão de frente está sendo organizada pelos grupos de teatro Cia Acto e Hora Vaga, além do CTG Sentinela da Serra. O Bloco conta com integrantes da Escola de Música da Orquestra Municipal de Garibaldi, da KGB Máfia e da Banda Musical Profº Danilo Chisini.

O tema desta edição é “Tropeiros e Mascates”, lembrando o início da utilização da Rua Buarque de Macedo como base para o comércio da região. Para a presidente do Conselho de Políticas Culturais de Garibaldi (Concult), Rosana Marina, Garibaldi é uma cidade de memória e é ela que será o mote desse evento.

Depois, no palco que ficará no entrocamento da Rua Buarque com a Rua Borges de Medeiros, a Banda do Bloco do Bepi animará a noite com clássicos carnavalescos que misturam axé, samba e marchinhas. O encerramento do evento está marcado para as 23h.

Para o secretário de Turismo e Cultura, Paulo Salvi, o encontro já é diferenciado agora, pelo envolvimento que tem gerado na comunidade. “Estamos muito felizes em poder contar com entidades e pessoas que abraçaram esta ideia desde o início. Sem dúvida, estamos criando uma nova e marcante história carnavalesca que tem as peculiaridades de nossa cidade e de nossa gente”, analisa.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here