A Espanha, país com a maior área de vinhedos do mundo e terceiro maior produtor, realizou de 7 a 11 de março a 17ª edição do Bacchus Concurso Internacional de Vinhos, único do país com a chancela da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e que também conta com a patronagem da Federação dos Grandes Concursos (Vinofed). O Brasil mais uma vez foi destaque no evento, ampliando de cinco no ano passado para nove medalhas conquistadas, sendo uma Grande Medalha Ouro, duas de Ouro e seis de Prata.

Sediado em Madri, o concurso reuniu 1.650 amostras de 20 países, que foram degustadas por um júri internacional composto por 65 especialistas. Do Brasil, o diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo João Carlos Taffarel, também delegado representando a OIV no concurso. Segundo Taffarel, o Bacchus é um concurso muito bem organizado, sério e altamente rigoroso. Seu sistema de controle com o auxílio de fichas garante ainda mais a confiabilidade no processo de compilação dos dados, confirmando a credibilidade do mesmo no mundo dos vinhos.

PREMIAÇÕES
Gran Bacchus de Ouro
Aurora Reserva Chardonnay 2017 – Cooperativa Vinícola Aurora

Bacchus de Ouro
Garibaldi Espumante Pinot Noir Brut – Cooperativa Vinícola Garibaldi
Garibaldi Espumante Chardonnay Brut – Cooperativa Vinícola Garibaldi

Bacchus de Prata
Aliança Espumante Brut – Cooperativa Vinícola Nova Aliança
Aurora Espumante Moscatel Branco – Cooperativa Vinícola Aurora
Bueno Anima Gran Reserva 2015– Vinícola Galvão Bueno
Casa Valduga Gran Leopoldina Chardonnay 2018 – Casa Valduga Vinhos Finos
Ponto Nero Cult Brut – Domno do Brasil
Zanotto Espumante Brut – Vinícola Campestre

Fonte: Assessoria de Imprensa / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here