Com o preço que está a carne, não podemos errar na hora de preparar. Seja cozida ou assada, descubra essas técnicas infalíveis para amaciar carnes.

Por que consumir carne vermelha?
A carne vermelha (está provado cientificamente) é a melhor e a mais segura fonte de proteínas ao nosso alcance. Ao contrário do que dizem, o consumo da carne vermelha traz muitos benefícios para o organismo.

Proteína magra:
Os cortes mais magros são:
filé mignon
lagarto
patinho
alcatra
maminha
coxão duro.

Cortes mais gordurosos
Picanha e contrafilé. Dica: ao consumir, inclua vegetais, grãos e cereais integrais, além de preparações com menos sal.

Vamos as 7 técnicas: 

Antes de tudo, escolha o Bom Corte
A escolha do corte depende do preparo. Carnes e técnicas feitas nas churrasqueiras são diferentes quando são preparadas nas panelas. O tempo de cozimento também varia.

Carne de Primeira ou Carne de Segunda?
São consideradas peças nobres a parte do boi onde houve menos esforço muscular, ou seja, as costas, região do lombo, costela e adjacentes. A perna já é considerada carne dura.

Os cortes nobres: Filé mignon, Patinho, Picanha, Fraldinha e Alcatra.

O papel da gordura na carne
A gordura dá maciez e sabor na carne.

Mas atenção: a gordura ideal é aquela que fica entre as fibras da carne. Elas são parecidas com as teias de aranha. Quanto mais fios brancos a carne tiver, melhor é a distribuição de gordura. E claro: todo mundo tem paladar diferente, podendo achar que carne bom bastante gordura tem o sabor muito forte.

1. Use vinagre e azeite
Como amaciar:
Deixe sua carne dura no molho por cerca de 2 horas, numa mistura de vinagre + azeite de oliva.

2. Use o Bicarbonato de sódio
Outra possibilidade é polvilhar sobre a carne o bicarbonato de sódio. Deixe repousando por 2 horas.

3. Use o limão
Talvez a técnica mais comum é espremer o suco de limão sobre a carne e esfregar bastante sobre a peça. Outra possibilidade é deixar marinando por algumas horas antes de temperá-la e prepará-la.

4. Que tal a Cerveja?
Marinar as carnes com cerveja dá maciez e o sabor é incrível. (deixe sempre descansando por um tempo). Outra opção de bebida: O vinho tinto

5. Como amaciar os bifes
Para os bifes, acrescente no tempero alguns pedaços de mamão verde ralado ou se preferir, adicione 1 colher de sopa de vinagre na água no momento de cozimento da carne. A técnica do martelo: coloque os bifes em saco plásticos ou envolva-os com filme plástico (isso preveni a contaminação cruzada e a perda de sucos). Bata de forma ritmada. Comece pelo meio e indo para as bordas.

6. Carnes cozidas
Fermento em pó (uma colher de chá ou de café, dependendo da quantidade ) ou uísque (1 colher de sopa).

7. Carne assada
Basta regar a carne assada com um pouco de conhaque antes de retirá-la do fogo.

Dicas:

  • Guarde os bifes marinados na prateleira mais baixa da geladeira (para evitar que o marinado espirre ou contamine outros alimentos que estão em cima)
  • Carnes cruas devem ser guardadas sempre na geladeira (ou congele-as). Nunca deixe fora!!
  • Para deixar o bife macio, refogue- o no fogo baixo ( lentamente). Verifique o nível de líquido frequentemente para manter o ideal. Não deixe o líquido passar no nível de fervura.
  • Refogar carne pode durar até 3 horas. Para saber o ponto ideal, faça o teste do garfo (introduza-o para sentir a maciez da carne). E atenção, carne que cozinha além deste ponto, fica passada e dura.

Fonte: Petitchef / Foto: Reprodução Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here