As doenças do coração não aparecem de uma hora para a outra, por isso, é importante ficar de olho na dieta. Abusar no sal de cozinha, por exemplo, é um grande risco para pressão alta, que pode levar a diversos problemas de saúde, como o infarto e acidentes isquêmicos. O Instituto Lado a Lado pela Vida dá sugestões de ingredientes para substituir o sal e a nutricionista Mirtes Stancanelli explica como eles trazem ainda mais benefícios.

Sal Verde
Essa novidade que chegou à mesa dos brasileiros pode ser feita em casa. A mistura leva duas colheres de sopa de salsinha, orégano, manjericão, alecrim, e sementes de gergelim para uma colher de chá de sal batidas no liquidificador. Mirtes Stancanelli explica que o sal verde tem teor de sódio reduzido, e por isso traz praticidade no controle deste mineral.

Alho
O alho traz diversas vantagens para a alimentação. É um ingrediente que, além da versatilidade, atua como um anti-inflamatório natural. Ele pode ser usado como óleo (entre 60 a 100 mg por dia) ou como bulbo seco (de 6 g a 12 g por dia).

Cebola
A cebola é outro tempero extremamente versátil, mas é preciso tomar cuidado. Segundo Stancanelli, “a cebola crua em excesso pode ‘agredir’ o estômago.” Caso haja sensibilidade, a recomendação é usar como caldos ou refogada.

Limão
Além de tempero, o limão pode ser usado tanto em chás quanto em sucos. Tem propriedades anti-infecciosas que ajudam no combate a infecções urinárias, por exemplo, e combina com saladas e peixes.

Tomilho
O tomilho é um antisséptico natural. Ele ajuda na prevenção de problemas respiratórios, reduz o colesterol e protege contra o envelhecimento das células. É possível usá-lo com alimentos crus como a salada e nas carnes e frangos cozidos.

Manjericão
Segundo Stancanelli, o manjericão ajuda no tratamento de cataratas e diabetes e também melhora o processo de cicatrização da pele e protege contra desconfortos estomacais. As folhas frescas podem ser usadas com peixes ou risotos.

Salsa
A salsa beneficia tanto a digestão quanto a tireoide. Pode ser consumida in natura, na forma de pastas ou ainda como chá. Como informa Stancanelli, “consumir três folhas de salsa antes das principais refeições ajuda a retirar as toxinas do corpo”. Para acompanhar pães e torradas, é possível preparar um patê batendo um maço de salsa com água e azeite no liquidificador até atingir a consistência adequada.

Alho poró
Este é um vegetal com alto teor de fibras, vitaminas e minerais. Ele contribui para o bom funcionamento do intestino, previne câimbras, fortalece os músculos, estimula a calcificação óssea e ainda previne o envelhecimento.

Fonte: Leouve/ Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here